Você está em:
IMPRIMIR

Lideranças sindicais abrem espaços para a social democracia

29 de outubro de 2012

Artigo de Antonio de Sousa Ramalho, presidente do Núcleo Nacional Sindical do PSDB, Secretário Nacional de Relações Sindicais tucano e deputado estadual por São Paulo

 

Os núcleos sindicais do PSDB, criados para aproximar ainda mais o partido de sua base trabalhadora, vêm sendo essenciais nas eleições de 2012. Isso porque o exercício democrático não acabou. Nós, tucanos, disputaremos o segundo turno em oito capitais e, em todos esses pleitos, o candidato peessedebista contará com a força de cada sindicato que adotou a social democracia como o melhor caminho para o Brasil.

Nesse ano, houve evolução de representatividade quando se compara a 2008. O PSDB, demonstrando sua força, lançou 37.186 candidatos, sendo 1.678 a prefeito, 1.356 a vice e 34.152 a vereador.

Conforme dados do partido, houve representação em 4.451 municípios brasileiros. Foram 206 mulheres candidatas às prefeituras e mais de 11 mil concorrentes a vagas nas câmaras municipais.

A formação de núcleos sindicais em estados e a constituição do Núcleo Nacional Sindical tucano, além de fortalecerem a legenda junto ao povo trabalhador possibilitaram, também, o lançamento da candidatura de lideranças sindicais e, especialmente, o incondicional apoio da classe a qualificados políticos.

Em São Paulo, sindicalistas percorreram suas bases e desenvolveram conversa franca junto ao trabalhador, dentro de princípios éticos elevados. Nessas palestras, deixou-se clara a importância da participação política de cada profissional, pois só através de tal prática poderá se obter a tão almejada evolução de resultados nas relações entre o capital e o trabalho.

No sentido de participação direta de candidatos envolvidos com o movimento sindical, o Núcleo Nacional Sindical começa a receber resultados de toda a nação.

Diadema (SP)
O diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo, que é coordenador de Políticas Institucionais no Brasil e presidente do Núcleo Sindical no Grande ABC, Atevaldo Leitão, foi candidato a vereador por Diadema e obteve a primeira suplência na Câmara Municipal.

Para Atevaldo, a presença de trabalhadores opinando nos caminhos do PSDB é fundamental, pois durante muito tempo o partido foi taxado como de elite e, hoje, apresenta projetos diretamente relacionados à melhoria de qualidade de vida da classe trabalhadora. “A região do ABC é liderada pelo Partido dos Trabalhadores. Como presidente do Núcleo Sindical dessa região, tendo recebido tantos votos com o meu partido que é o PSDB me sinto realizado”, disse Leitão.

Recife (PE)
Em Recife, o companheiro Gustavo Walfrido, que é presidente da UGT de Pernambuco, dá contas do apoio sindicalista a Daniel Coelho, que ficou em segundo lugar para prefeito.

O companheiro Sulivam, presidente da Federação dos Metalúrgicos do Norte e do núcleo sindical da região, não conseguiu se eleger vereador. Está apoiando, com vigor, a candidatura a prefeito de Zenaldo Coutinho, em segundo turno, que está à frente nas pesquisas. “O PSDB precisa ter uma base forte de trabalhadores. Os núcleos sindicais têm muito a propor, acrescentar e ajudar”, ressalta Sulivam.

Salvador (BA)
Diretor Financeiro do Sindicato Nacional dos Aposentados de Salvador e componente do Núcleo Sindical baiano, Zé Mário percorreu bases e ajudou o candidato Soldado Prisco a ser o quarto vereador mais votado.

Segundo ele, a importância do sindicalismo no PSDB é relevante. “Estamos buscando, na social democracia, a abertura de uma porta para o trabalhador e suas reivindicações”, argumenta.

Rondônia (RO)
A presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Rondônia, Elza Helena, que compõe o núcleo sindical peessedebista da região, afirma apoio ao diretor do Sindicato de Motos Taxis à vereança. Ele não foi eleito por pouco, mas a participação demonstrou fortalecimento em Rondônia.

Na opinião de Elza, o sindicalismo é muito mal visto na região norte. “Com o advento do núcleo sindical, a imagem tem tudo para ser resgatada, com o PSDB, com sua força, fazendo a diferença”, pondera.

Manaus (AM)
Apesar de ainda não estar oficializado em Manaus e região, o núcleo sindical mostrou força ao apoiar Arthur Neto para prefeito, que está concorrendo em segundo turno. Conforme o companheiro Jair Aquino, presidente do Sindicato dos Meios Magnéticos, dois sindicalistas concorreram à vereança, um deles eleito: Cidomar Abtibou. “A semente do fortalecimento sindical no PSDB foi plantada recentemente e já começa a germinar”, constata Aquino.

Santa Catarina (SC)
José Domício, coordenador do núcleo sindical do PSDB em Santa Catarina, informa que conseguiram a primeira suplência para o candidato a vereador Acácio em Itajaí, além de terem apoiado dois prefeitos no estado. “É a classe trabalhadora que movimenta o Brasil. Tendo representantes na social democracia, o trabalhador se fortalecerá”, admite.

Rio Grande do Sul (RS)
No Rio Grande do Sul quem fala é o presidente do Sinflumar e componente do núcleo sindical da região, Valdez Francisco de Oliveira. “Ajudamos a eleger o vereador Claudio Janta. Com isso, evoluímos em representatividade. A participação sindical no PSDB é algo novo e de muita importância. O trabalhador, assim, ganha voz e vez”, salienta.

Palmas (TO)
Nivaldo Sampaio, vice-presidente do núcleo sindical de Palmas, Tocantins, afirma: “apesar de termos dado amplo apoio ao candidato Crispim a vereador, ele, apesar de bem votado, não foi eleito. Mas crescemos. E isso se deve à participação nos quadros peessedebistas”.

Goiás (GO)
Em Goiás, o companheiro Rodrigo Alves Carvelo, o Rodrigão, presidente da Força Sindical do estado e, também, presidente do núcleo sindical do PSDB da região foi eleito vice-prefeito do município de Catalão. Rodrigão tem história. Trata-se do vereador mais votado da história do PSDB. Fez dobradinha com o agora prefeito eleito Jardel Sebba.

Minas Gerais (MG)
Quem presta informações de Minas Gerais é Rogério Fernandes, presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde de Minas e do núcleo sindical tucano do estado.

Segundo ele, vários vereadores foram eleitos em municípios mineiros com a intervenção do sindicalismo peessedebista. São eles: Rodrigo, em Cachoeira da Prata; Carlos Cassiano, em Betim (suplente); Chiquinho, em Governador Valadares; Edson, em Itamonte; Fabinho, na cidade de resplendor e Geraldo, em Contagem.

“Acredito que, nas próximas eleições, teremos participação ainda mais efetiva, com resultados melhores. O núcleo sindical demonstra sua força. É o trabalhador voltando a suas origens e cumprindo importante papel. Devemos ter mais lideranças do núcleo como candidatos a deputados estaduais e federais para 2014. Os atuais governadores de nossa sigla devem ter uma interatividade maior com os sindicalistas eleitos”, opina Rogério.

O Núcleo Sindical Nacional do PSDB ainda aguarda informações de outras partes do Brasil. Assim que chegarem, elas serão tema de novas reportagens.

Com o resultado das eleições, alguns deputados estaduais se elegeram prefeitos. Assim, assumi definitivamente uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo.

 

Fonte: Agência Tucana