Você está em:
IMPRIMIR

PSDB Mulher reforça participação feminina na política brasileira

2 de agosto de 2013

Seminário “Formação política para multiplicadoras” reúne 100 lideranças femininas de várias regiões do Estado

Seminário começou na quinta-feira com a participação de parlamentares, lideranças tucanas e de representantes da Fundação Konrad Adenauer - Fotos: Agência de Notícias PSDB-MG

A presidente do PSDB Mulher de Minas Gerais, Lenita Noman, destacou a importância do quarto encontro realizado em parceria com a Fundação Konrad Adenauer (KAS), instituição alemã voltada para a educação política.O PSDB Mulher de Minas Gerais encerrou o seminário “Formação Política para Multiplicadoras”, nesta sexta-feira (02/08), em Belo Horizonte. Durante dois dias de palestras e debates, 100 lideranças tucanas de várias regiões do Estado discutiram temas de interesse do partido e do Brasil e confirmaram que as mulheres realmente estão preparadas para participar da vida política do país.

“Realizamos mais um grande encontro onde tivemos mulheres representantes de vários municípios mineiros. Daqui para frente, todas têm a missão de levar para os seus municípios, seus secretariados as informações discutidas nesses dois dias. Desta forma, renovamos nossas forças para ampliar ainda mais a participação feminina no debate dos problemas enfrentados pela sociedade”, afirmou.

Mobilização

A coordenadora de projetos da Fundação KAS, Aline Soares

A coordenadora de projetos da Fundação Konrad Adenauer no Brasil, Aline Soares, disse que ficou surpresa com o preparo das lideranças tucanas. Segundo ela, para garantir maior participação na política do país, as mulheres precisam mostrar a capacidade de liderança que têm.

“Com apenas 9% das mulheres no poder, não temos representação. Precisamos mudar esta prática. Muitas dessas lideranças já estão preparadas para participar da vida política do país. Estamos dando um passo importante. A nossa missão é capacitar ainda mais as mulheres, mas se elas não se mobilizarem, nada muda. Não podem aceitar apenas o papel de panfletagem nas ruas. Elas têm de participar mais”, afirmou.

Redes sociais

Criado para capacitar mulheres, difundir os ideais da socialdemocracia e as principais bandeiras sociais do partido, o seminário serviu para as lideranças se atualizarem sobre a conjuntura política do país e, até mesmo, para entenderem como funcionam as ferramentas das redes sociais.

A presidente do Sindicato dos Cabeleireiros de BH, Eliana Ribeiro

A presidente do Sindicato dos Cabeleireiros de Belo Horizonte, Eliana Ribeiro, afirmou que o encontro mostrou a força das lideranças femininas no Estado. Filiada ao partido há oito anos, Eliana representa 23 mil cabeleireiros da capital mineira.

“Tivemos palestras importantes e um debate adequado com linguagem que atingiu todas as lideranças. Todos tiveram a liberdade de se expressar. Depois de participar da palestra sobre redes sociais, cheguei à conclusão de que eu era uma multiplicadora e não sabia. Só estar na política não basta, precisamos participar e estar atentas ao que o partido pensa e oferece a todos nós”, disse.

A vice-presidente do PSDB Contagem, Gê Nogueira, destacou a elevada qualidade dos debates promovidos pelo PSDB de Minas.

“O PSDB tem preocupado em trazer essas discussões fora do período eleitoral. O encontro foi excelente para trocarmos experiências, aproximar as lideranças e fortalecer o debate. As mulheres estão mais preparadas, articuladas e com liderança para ir à luta”, disse.

O seminário contou com a presença da vice-presidente nacional do PSDB, Thelma de Oliveira; do representante da Fundação Konrad Adenauer do Brasil, Felix Dane; do deputado João Leite; além dos cientistas políticos Helcimara Telles, Fábio Wanderley Reis e Cláudia Feres; além dos advogados Rodolfo Pereira, José Luiz Horta, Maninana Andrade de Barros; e a educadora Sílvia Rita Souza.

 

Veja mais fotos do seminário: