Você está em:
IMPRIMIR

PSDB Mulher debate propostas para a agenda do partido em 2014

1 de novembro de 2013

“Os avanços sociais não acabaram com a miséria absoluta, no Brasil. Falta melhorar os serviços de saúde, educação e transporte público”. A afirmação foi feita pela presidente nacional do PSDB – Mulher, Solange Jurema, durante encontro de integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso, no Rio de Janeiro, nessa quinta-feira, dia 31.

As propostas levantadas no debate serão encaminhadas ao presidente nacional do PSDB, Aécio Neves.

A ex-ministra do Planejamento e ex-governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crucius destacou que é preciso estimular as mulheres a participarem das eleições do ano que vem como candidatas. Uma forma de conquistar poder na política. Já Elena Landau, ex-diretora do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – defendeu que as políticas de gênero devem melhorar a vida das mulheres, economicamente e socialmente.

Curso sobre Empoderamento Político

O PSDB Mulher, em parceria com a Fundação Konrad Adenauer no Brasil, promoveu ontem, dia 30, também no Rio de Janeiro, o curso “Empoderamento Político para Mulheres”.

O objetivo foi passar informações às lideranças femininas com interesses em aperfeiçoar os conhecimentos na área e discutir políticas de gênero, sociais e econômicas.

Atualmente 40% das famílias brasileiras são chefiadas por mulheres. “O percentual de mulheres no comando aumenta conforme cai o padrão econômico-social”, observou a presidente nacional do PSDB-Mulher, Solange Jurema. E concluiu que: “Para compreender o significado da política, é preciso estar ciente das políticas de gênero e sociais.”

 

Fonte: Portal PSDB