Você está em:
IMPRIMIR

Modelo tucano de governar tem o cidadão como foco e planejamento de governo, diz Fuad Noman

15 de maio de 2012

Presidente da Gasmig e secretário de Governo, Fuad Noman, explica o modelo tucano de governar em encontro do PSDB-Mulher - Foto: Agência de Notícias PSDB-MG

Economista proferiu palestra no ciclo “Tucanas em ação: Discutindo política(s), pensando o Brasil”, promovido pelo PSDB Mulher de Minas

 

O presidente da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig), Fuad Noman, foi o convidado desta segunda-feira (14-05) do ciclo de palestras do PSDB Mulher de Minas Gerais “Tucanas em ação: Discutindo política(s), pensando o Brasil”, para falar sobre o tema “O jeito tucano de governar”. Para Fuad, o modelo tucano de governo está baseado em pontos simples: governar para todos e atender às necessidades da população. “O foco do governo é o cidadão”, disse.

Fuad Noman lembrou que os governantes do PSDB se preocupam em manter a casa arrumada. “Finanças em ordem para planejar e realizar as ações estruturantes, além de adotar o planejamento como forma de dar o rumo ao governo. Além de tudo, buscar o resultado como obsessão é outra qualidade do partido”, ressaltou .

Fuad apresentou às tucanas a experiência vitoriosa do governo Aécio Neves que implantou o Choque de Gestão, conjunto de medidas administrativas adotado em 2003 e hoje referência em todo o país. Com uma linguagem simples, ele explicou o Choque de Gestão e a importância do programa para sanear as contas públicas e recuperar a capacidade de investimento do Estado.

O programa já está em sua terceira fase. A primeira, de 2003/2007, teve como preocupação o equilíbrio fiscal. “Era preciso arrumar a casa”, explicou Fuad, que na época era o secretário de Fazenda. O ponto de partida era uma ideia simples, inovadora e de grande impacto: gastar menos com o governo e mais com o cidadão.

A segunda etapa, de2007 a2010, já no segundo governo Aécio Neves, teve como pilar a melhoria do desempenho gerencial visando resultados. “Com a casa arrumada, era preciso, então, definir claramente os objetivos que o governo queria atingir. Foi criada uma carteira de projetos estratégicos ou estruturadores”, disse.

A terceira fase (2011-2014), já na administração Antonio Anastasia, é a gestão para a cidadania. “O cidadão é foco de todas as ações”, explicou.

Fuad Noman é economista e, antes de ocupar a presidência da Gasmig, foi secretário de Fazenda, depois de Transportes e Obras Públicas (Setop) ainda no Governo Aécio Neves. Recentemente, foi indicado pelo governador Antonio Anastasia para ser o responsável pela Secretaria Extraordinária para Coordenação de Investimentos. A secretaria vai prestar, diretamente ao governador, assessoramento técnico especializado em investimentos do Poder Executivo, coordenando projetos e ações e apoiando a integração entre os diversos setores de governo.