Você está em:
IMPRIMIR

8 de março será comemorado com ações de conscientização pelo PSDB-Mulher

13 de fevereiro de 2014

Brasília (DF) – A menos de um mês para o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, a Executiva do PSDB-Mulher debateu nesta quarta-feira (12) as propostas para comemorar a data em todo país. A ideia é estimular a participação cada vez mais intensa de mulheres na política municipal, estadual e nacional.
A presidente nacional do PSDB-Mulher, Solange Jurema (AL), enfatizou a presença do discurso igualitário de gêneros nas comemorações. Segundo ela, é fundamental mostrar os vários papeis desempenhados pela mulher moderna no dia a dia.

“A mulher atual é empreendedora, trabalha, ensina, é mãe, esposa, e ainda arranja tempo para se cuidar. Ou seja, tem as mesmas ou até mais demandas que os homens e, por isso, buscamos uma representação justa para todas”, destacou Solange Jurema.

Twitter

No próximo dia 8 de março, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, deve fazer uma campanha na rede social Twitter destacando a importância das mulheres. “Será um twittaço. O objetivo é que seja um dia inteiro de frases e hashtags convocando o público feminino para a vida política”, afirmou a Jurema.

No Rio Grande do Sul, a coordenadora de articulação política, Angela Sarquiz, disse que o estado irá mobilizar os municípios em busca de mulheres interessadas em política.

“No dia 8 de março, faremos um grande evento em Porto Alegre para comemorar a data e a importância da participação da mulher nas eleições deste ano”, ressaltou Sarquiz.

Em Minas Gerais, a comemoração será feita em dois dias – 8 e 9 de março. A coordenadora de Relações Internacionais, Lenita Noman, contou que haverá uma celebração nas ruas de Belo Horizonte, na qual 50 mulheres vestirão de blusas rosas.

“Levaremos cartazes por toda a cidade falando sobre a realidade da mulher no Brasil”, afirmou Lenita.

Em Alagoas, a programação inclui orientações para a sociedade. Um grupo de 300 mulheres trabalhará na campanha “Saúde: Doação de medula óssea”. A coordenadora de eventos, Sonaly Bastos, disse que o projeto oferecerá testes de glicemia, doação de sangue e de medula, testes de HIV, aferição de pressão arterial e massoterapia.