Você está em:
IMPRIMIR

“Vitórias em Recife”, artigo de Thelma de Oliveira

28 de maio de 2012

Congresso Nacional do PSDB-Mulher reuniu, em Recife, mais de mil participantes

Artigo da presidente do PSDB-Mulher, Thelma de Oliveira

Reunimos em Recife mais de mil mulheres tucanas de todos os estados e do Distrito Federal. Só isso, já seria motivo de orgulho suficiente para todas nós do PSDB-Mulher, mas alcançamos voos mais altos.

Durante dois dias, debatemos com Artigo da presidente do PSDB-Mulher, Thelma de Oliveira

Reunimos em Recife mais de mil mulheres tucanas de todos os estados e do Distrito Federal. Só isso, já seria motivo de orgulho suficiente para todas nós do PSDB-Mulher, mas alcançamos voos mais altos.

Durante dois dias, debatemos com profundidade, todos os seis temas propostos, finalizando o encontro com sugestões precisas para nossas candidatas municipais em outubro.

Nas campanhas eleitorais deste ano, levaremos as mesmas bandeiras em defesa das mulheres como o fim da discriminação salarial nas empresas, a criação de creches em municípios, a preservação ambiental com a universalização do acesso à água tratada, a coleta seletiva, o tratamento de esgoto e a municipalização das políticas de enfrentamento à violência contra a mulher. Essas e outras reivindicações estão inseridas na Carta do Recife, elaborada ao final do encontro.

A aprovação unânime pelo plenário da Moção, com mais de 900 assinaturas das mulheres presentes foi outra importante conquista.

Nossos líderes e dirigentes nacionais, o presidente Sérgio Guerra, o secretário-geral Rodrigo Castro, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo, a senadora goiana Lúcia Vânia e o senador mineiro Aécio Neves, também assinaram e, mais que isso, abraçaram a nossa causa e se comprometeram, publicamente, a implementar nossas reivindicações na Comissão Executiva Nacional.

Queremos e vamos conseguir abrir a nossa estrutura partidária para uma maior participação feminina. Todas as executivas – nacional, estaduais e municipais – terão pelo menos 30% de mulheres.

Queremos e vamos aprovar, na Comissão Executiva Nacional do PSDB, que 5% do Fundo Partidário sejam administrados pelo PSDB-Mulher.
E, por fim, garantimos que os recursos de campanha do partido sejam distribuídos igualitariamente para todos os candidatos, independentemente do sexo.

Para que essas vitórias e conquistas sejam cristalizadas, nosso Estatuto será modernizado para incorporarmos a nova realidade politica da participação da mulher no partido e na sociedade.

Portanto, o Recife de tantas batalhas históricas, de tantas lutas libertárias, de poetas como Manoel Bandeira e Clarice Lispector, assistiu às nossas conquistas partidárias. Conquistas essas que nos ajudarão a vencer preconceitos e acabar com absurdas discriminações.

Thelma de Oliveira
Presidente Nacional do PSDB-Mulherprofundidade, todos os seis temas propostos, finalizando o encontro com sugestões precisas para nossas candidatas municipais em outubro.

Nas campanhas eleitorais deste ano, levaremos as mesmas bandeiras em defesa das mulheres como o fim da discriminação salarial nas empresas, a criação de creches em municípios, a preservação ambiental com a universalização do acesso à água tratada, a coleta seletiva, o tratamento de esgoto e a municipalização das políticas de enfrentamento à violência contra a mulher. Essas e outras reivindicações estão inseridas na Carta do Recife, elaborada ao final do encontro.

A aprovação unânime pelo plenário da Moção, com mais de 900 assinaturas das mulheres presentes foi outra importante conquista.

Nossos líderes e dirigentes nacionais, o presidente Sérgio Guerra, o secretário-geral Rodrigo Castro, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo, a senadora goiana Lúcia Vânia e o senador mineiro Aécio Neves, também assinaram e, mais que isso, abraçaram a nossa causa e se comprometeram, publicamente, a implementar nossas reivindicações na Comissão Executiva Nacional.

Queremos e vamos conseguir abrir a nossa estrutura partidária para uma maior participação feminina. Todas as executivas – nacional, estaduais e municipais – terão pelo menos 30% de mulheres.

Queremos e vamos aprovar, na Comissão Executiva Nacional do PSDB, que 5% do Fundo Partidário sejam administrados pelo PSDB-Mulher.
E, por fim, garantimos que os recursos de campanha do partido sejam distribuídos igualitariamente para todos os candidatos, independentemente do sexo.

Para que essas vitórias e conquistas sejam cristalizadas, nosso Estatuto será modernizado para incorporarmos a nova realidade politica da participação da mulher no partido e na sociedade.

Portanto, o Recife de tantas batalhas históricas, de tantas lutas libertárias, de poetas como Manoel Bandeira e Clarice Lispector, assistiu às nossas conquistas partidárias. Conquistas essas que nos ajudarão a vencer preconceitos e acabar com absurdas discriminações.

Thelma de Oliveira
Presidente Nacional do PSDB-Mulher