Você está em:
IMPRIMIR

Prefeitos da Associação de Municípios do Alto Jequitinhonha declaram apoio a Anastasia

24 de julho de 2010

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais”, recebeu neste sábado, dia 24, em Diamantina, o apoio de 21 dos 23 prefeitos da Associação da Microrregião do Alto Jequitinhonha (Amaje). O presidente da entidade, Tom Costa (PSB), justificou que a união da maioria das lideranças municipais à campanha de Antonio Anastasia é o reconhecimento dos vários projetos que ele e o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, implantaram na região durante seus mandatos à frente do Governo do Estado.

“Dos 23 prefeitos da Amaje, 21 vão arregaçar as mangas para trabalhar em seu favor. O que é bom tem que continuar. Foi o único governo que olhou para o Vale do Jequitinhonha”, disse Tom Costa, durante ato de apoio a Antonio Anastasia na casa de show Planetarium, na Rua Direita, uma das mais tradicionais da cidade histórica.

 

Juscelino Kubitschek

Ao lado da secretária de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Elbe Brandão, o governador ouviu os elogios de vários apoiadores, mas um deles o deixou emocionado. Na terra natal do maior estadista da história do país, o presidente da Casa JK, Serafim Jardim, aproveitou o evento para dizer que não tem dúvidas de que o ex-presidente da República apoiaria a reeleição de Antonio Anastasia se estivesse vivo.

“Como presidente da Casa de JK e como amigo que fui do presidente, tenho certeza de que se Juscelino estivesse vivo estaria apoiando o nome de Antonio Anastasia, porque é o nome do desenvolvimento, é o nome de uma pessoa que, durante o governo de Aécio Neves, esteve sempre ao seu lado, ajudando-o a administrar este grande estado de Minas Gerais e fazendo tudo que fez pelos 853 municípios”, ressaltou Serafim.

 

Combate à miséria

Durante o encontro, o governador destacou os esforços de sua administração para erradicar a miséria e a desigualdade social nas três regiões mais carentes de Minas, os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri e o Norte de Minas. Até o fim de 2010, o Estado terá investido nestas regiões o equivalente a R$ 5,9 bilhões.

O empenho foi reconhecido pelo Governo Federal no início de julho, quando o Instituto de Pesquisas Econômica Aplicadas (IPEA), órgão vinculado ao governo federal, apurou que a pobreza absoluta em Minas caiu de 46,9% para 25,6% entre 1995 e 2008. O avanço nesta área permitirá que o Estado erradique a pobreza até 2013. Em todo o país, o mesmo só ocorrerá três anos depois, em 2016.

“A parceria na agricultura familiar, a potencialidade do turismo e da cultura são partes importantes de nosso programa de governo para desenvolver o Vale do Jequitinhonha, cada vez mais. Mas, além disso, gerar empregos de qualidade para as pessoas que aqui moram. Para isso, não basta um passe de mágica: é preciso ter infraestutura”, discursou o governador.

 

Turismo

Antonio Anastasia destacou que o Estado vem promovendo grandes investimentos para melhorar o turismo na região. Para atrair mais visitantes a Diamantina, o governo implantou projetos de infraestrutura na região, como o Proacesso, e ampliou e reformou o aeroporto de Diamantina, porta de entrada para vários visitantes do Vale do Jequitinhonha. Em 2007, o Governo do Estado investiu R$ 15 milhões na recuperação e ampliação do local.

“E essa vocação turística foi muito estimulada pelo governo, através da criação de uma forte infraestrutura rodoviária, das obras já realizadas e em execução, como também das melhorias da educação realizadas aqui, da segurança pública e também da saúde. Então, Diamantina é uma cidade que progrediu muito e estamos muito felizes e animados para que ela continue indo avante. O nosso objetivo é simples: é trabalhar, trabalhar por Minas, trabalhar por Diamantina e pelo Jequitinhonha”, disse Antonio Anastasia.

 

Estradas

Outra frente para atrair os turistas foi melhorar as estradas da região. O Governo do Estado está executando a pavimentação entre Diamantina e Serro, passando pelos distritos de São Gonçalo do Rio das Pedras e Milho Verde. A obra de 58 km foi dividida em dois trechos para licitação: Diamantina a Milho Verde e Milho Verde ao Serro. A ligação entre Milho Verde e Serro teve ordem de início assinada em março e já está em andamento, totalizando investimento de R$ 1,16 milhão. A previsão de término é em junho de 2011, ao custo total de R$ 21 milhões.

A melhoria da infraestrutura para os turistas beneficiou também a artesã Maria Tadeu Moreira. “O governador Antonio Anastasia é uma pessoa competente, que faz ótimo governo em Minas Gerais. É um prazer recebê-lo na nossa cidade, pois vem fazendo muito pela região”, disse.

A também artesã Maria Lúcia Martins destacou a importância da reeleição de Antonio Anastasia. “Ele será reeleito, porque está fazendo um bom trabalho em Belo Horizonte, onde moro, e em Diamantina, minha terra natal”.

 

Segurança Pública

O aumento do efetivo policial no Vale do Jequitinhonha também proporciona maior qualidade ao turista. Desde 2003, o Governo do Estado repassou 67 viaturas da Polícia Militar aos municípios da região. À Polícia Civil, foram repassados R$ 680 mil em equipamentos e veículos. À unidade do Corpo de Bombeiros da cidade, a soma chegou a R$ 1,5 milhão.

Os investimentos em segurança pública ajudaram a reduzir a criminalidade na cidade. Na comparação entre o primeiro semestre de 2009 e o mesmo período de 2008, houve queda de 30,9% nos crimes violentos.

 

Ouça
Entrevista do governador Antonio Anastasia
Matéria: Governador e Candidato a reeleição Antonio Anastasia é recebido com festa em Diamantina

 

Leia mais
Transcrição da entrevista da governador Antonio Anastasia