Você está em:
IMPRIMIR

Oposição vai governar 52% do eleitorado a partir do próximo ano

3 de novembro de 2010

Concluída a apuração do segundo turno das eleições, as urnas mostraram neste domingo que os dois principais partidos da oposição – PSDB e DEM – governarão 52% do eleitorado a partir de janeiro do próximo ano, o equivalente a 70 milhões de eleitores. Somados o primeiro e segundo turnos, as duas legendas elegeram juntas dez governadores.

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), comentou os resultados das eleições estaduais. “Além de vencer as eleições estaduais e passarmos a administrar o maior número de eleitores do país, o PSDB saiu mais unido do que nunca dessas eleições”, afirmou. “A partir de amanhã, começamos a trabalhar a partir dessas duas perspectivas. Continuaremos a trabalhar a favor do Brasil, das reformas e investimentos urgentes que os brasileiros reclamam, e fazendo uma oposição firme, construtiva e sem concessões.”

Em primeiro de outubro, Geraldo Alckmin foi eleito para governar pela terceira vez o estado de São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil. Já Antonio Anastasia conquistou a reeleição em Minas Gerais, o segundo maior colégio eleitoral. Beto Richa, no Paraná, e Siqueira Campos, em Tocantins, completam a lista de governadores tucanos eleitos no primeiro turno.

No lado do Democratas, ainda no primeiro turno, Rosalba Ciarlini foi eleita governadora do Rio Grande do Norte e Raimundo Colombo venceu o pleito em Santa Catarina.

Já neste segundo turno, o PSDB disputou eleições em cinco estados e venceu em quatro. Marconi Perillo vai comandar o estado de Goiás pela terceira vez; Tetônio Vilela Filho venceu em Alagoas; Simão Jatene foi eleito governador do Pará; e Anchieta Junior foi reeleito em Roraima.

Conforme revelaram os resultados das urnas, o PSDB e o DEM ampliaram o número de governadores. Atualmente, seis chefes do Executivo nos estados são tucanos: Yeda Crusius (RS), Alberto Goldman (SP), Leonel Pavan (SC), Anastasia, José Anchieta Junior (RR) e Teotônio Vilela Filho (AL). O Democratas não tem nenhum candidato.


Aécio

Em Belo Horizonte, o senador eleito, Aécio Neves, divulgou uma nota destacando que “do ponto de vista político, o PSDB sai das eleições maior do que entrou”. Ele também fez questão de enfatizar que o candidato tucano “José Serra teve um excepcional desempenho”. E, “representou com altivez e correção, valores éticos importantes do nosso povo”.

Aécio disse ainda desejar “que a presidente eleita Dilma Rousseff honre os compromissos assumidos com a população, realize uma gestão republicana e que seu governo tenha como marca a união”.


Leia também: PSDB tem o maior número de governadores eleitos


Fonte: Agência Tucana