Você está em:
IMPRIMIR

Investimentos do Governo do Estado garantem maior cobertura de rede de esgoto em Minas

20 de agosto de 2010

Minas Gerais tem a terceira maior cobertura de rede de esgoto do país segundo pesquisa Nacional de Sanemento Básico de 2008, divulgada, hoje, dia 20, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Cerca de 70% dos municípios mineiros contam com serviço de coleta de esgoto, índice acima da média nacional que é de 45%. Segundo o IBGE, Minas está atrás apenas de São Paulo, com 82,1% e Pernambuco, com 74,2%.

Em apenas oito anos, o Governo de Minas, por meio da Copasa, investiu R$ 5 bilhões em obras de ampliação da rede de esgoto e de água em Minas Gerais. Somente em rede coletora de esgoto, foram mais de R$ 2,5 bilhões em investimentos, praticamente dobrando toda capacidade implantada no Estado ao longo dos anos. A população atendida com esgoto saltou de 4,8 milhões de pessoas, em 2002, para 7,1 milhões de pessoas no primeiro semestre de 2010. A população atendida com água tratada saltou de 10,4 milhões para 12,5 milhões de pessoas.

Os investimentos permitiram o aumento de 5,1 mil km de rede de esgoto, saltando de 9,9 mil km para 15 mil km de rede de esgoto. O número de estações de tratamento de esgoto saltou de 31 para 100 e existem mais 69 estações em obras ou em processo de licitação. O volume de esgoto tratado aumentou quase sete vezes, saltando de 22 milhões de metros cúbicos, em 2003, para 150 milhões de metros cúbicos em 2009. O Governo de Minas também ampliou em 6,4 mil de km as redes de abastecimento de água atingindo a marca de 40 mil km de rede.