Você está em:
IMPRIMIR

Governador assina protocolos para investimentos em mineração e siderurgia

25 de novembro de 2010

O governador Antonio Anastasia assinou, nesta quinta-feira (25/11), no Palácio Tiradentes, protocolos de intenções para investimentos privados nos setores de mineração e siderurgia que vão representar a criação de 3.480 empregos diretos nos próximos sete anos, no Estado. Os investimentos serão feitos pela ArcelorMittal, em João Monlevade e Juiz de Fora, e pela Taquaril Mineração, na região de Sabará e Nova Lima. Juntos, os projetos representam investimentos de R$ 6,2 bilhões.

 

“Esse é mais um passo importante na geração de empregos em Minas Gerais, na confiança no ambiente que nós estamos criando em nosso Estado. Se nós temos uma obsessão em Minas, essa obsessão é exatamente a geração de empregos de qualidade”, disse o governador, durante a solenidade de assinatura dos protocolos.

 

Durante o evento, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Sergio Barroso, anunciou a cifra recorde de investimentos privados formalizados este ano, em Minas, de R$ 52,9 bilhões. Desde 2003, foram anunciados R$ 264,3 bilhões de investimentos em Minas, em diversos setores.

 

“Outros R$ 40 bilhões de investimentos estão em processo. Vai demorar entre 30 e 40 dias para termos todos completados, mas isso é uma garantia de que vamos começar o próximo exercício com investimentos muito grandes neste estado”, disse o secretário.
 
ArcelorMittal
A ArcelorMittal Brasil vai investir R$ 2,45 bilhões na expansão das unidades de João Monlevade e Juiz de Fora, até 2012. Em João Monlevade serão investidos R$ 2,39 bilhões na expansão da unidade, com a geração de 400 empregos diretos e 6 mil indiretos. Já em Juiz de Fora, estão sendo investidos R$ 54,5 milhões na expansão das atividades, com a geração de 80 empregos diretos e 300 indiretos.

 

O vice-presidente para a América Central e do Sul da ArcelorMittal, Augusto Espeschit de Almeida, afirmou que o grupo tem como orientação para investimento os mercados do Brasil e Índia, e o setor de mineração.

 

“Temos várias usinas neste estado e é bom ver como Minas cresce e tem credibilidade. Com essa obra, estamos garantindo o crescimento do grupo ArcelorMittal mundial no Brasil”, disse Augusto Espeschit.
 
Taquaril Mineração
A Taquaril Mineração, controlada pela Construtora Cowan, AVG Mineração e Mineração Minas Bahia, vai implantar um complexo minerário para a produção de 25 milhões de toneladas de finos de minério de ferro, por ano, na Serra do Taquaril, entre Nova Lima e Sabará. A área do projeto está localizada na intercessão dos principais ramais ferroviários do Brasil – Ferrovia Vitória Minas (5 km), Ferrovia Centro Atlântica (40 km) e MRS Logística (35 km) – sendo este último um ponto de ligação ao Porto de Itaguaí (RJ).

 

Serão investidos R$ 3,85 bilhões a partir de 2014, com conclusão do projeto prevista para 2017. Em 2014 serão gerados 1 mil empregos diretos e 3 mil indiretos. Até 2017 terão sido criados 3 mil empregos diretos na unidade.

 

A Taquaril Mineração é titular de alvarás de pesquisa e concessão de lavra, em área de 1,8 mil hectares, entre Nova Lima e Sabará. A empresa detém a opção de compra de áreas superficiárias necessárias ao desenvolvimento do projeto, que superam 1,6 mil hectares.

 

Fonte: Agência Minas