Você está em:
IMPRIMIR

Governador Antonio Anastasia participa do lançamento da Iveco Veículos de Defesa

4 de abril de 2011

O governador Antonio Anastasia participou, nesta segunda-feira (04/04), no Palácio Tiradentes, do anúncio da criação da nova unidade de negócios da Iveco, em Sete Lagoas: a Iveco Veículos de Defesa. O projeto desenvolvido em conjunto com o Exército Brasileiro prevê, inicialmente, investimento de R$ 75 milhões, com a geração de 350 empregos diretos. A nova unidade será construída dentro do complexo industrial da Iveco em Sete Lagoas e ocupará área de 18 mil metros quadrados. A previsão de início de operação é o segundo semestre de 2012.

 

Durante a solenidade, a empresa apresentou ao governador o protótipo do Veículo Blindado de Transporte de Pessoal, batizado de Guarani, que será fabricado na Iveco Veículos de Defesa. O Exército Brasileiro já contratou a fabricação de 2 mil unidades do veículo.

 

O governador Antonio Anastasia destacou a importância do novo investimento da Iveco para a geração de empregos em Minas. Ele destacou que, além de servir ao Exército Brasileiro, a unidade da empresa no Estado poderá exportar parte de sua produção.

 

“Estamos vendo aqui a Iveco expandindo sua produção, abrindo uma nova unidade de negócios, a Iveco Veículos Defesa. Uma nova tecnologia. Em um primeiro momento, o Exército Brasileiro já contratando mais de 2 mil veículos. O investimento servirá de plataforma para outros veículos de defesa. Servindo não só ao Exército Brasileiro, mas para exportação, o que gera empregos, divisas e aquilo que é mais importante, valor agregado ao produto mineiro”, afirmou Anastasia.

 

A expectativa é que, no futuro, o veículo seja exportado para países da América Latina, África e parte da Europa. Estão envolvidos diretamente no projeto de veículos blindados 110 fornecedores (dos quais 42 já pré-selecionados), e outros 340 na cadeia produtiva.

 

Parte dos fornecedores da unidade Iveco Veículos de Defesa se instalará no condomínio de fornecedores que está sendo implantado em Sete Lagoas, resultado de um acordo realizado entre a Iveco Latin America e o Governo de Minas, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig)

 

A Codemig será responsável pelas obras de terraplenagem, pavimentação, saneamento básico, drenagem de águas pluviais, redes de energia elétrica e de iluminação pública, vias de acesso. O condomínio entrará em operação no final de 2011.

 

Alta tecnologia

 

Acompanhado do presidente da Grupo Fiat na América Latina, Cledorvino Belini, do comandante do Exército Brasileiro, general Enzo Martins Peri, e do presidente da Iveco Latin America, Marco Mazzu, o governador assistiu à apresentação do novo projeto da Iveco e foi conhecer o modelo do veículo que ficou estacionado, pela manhã, na Praça Cívica, em frente ao Palácio Tiradentes na Cidade Administrativa.

 

Antonio Anastasia lembrou que Minas Gerais, por meio da fábrica de helicópteros da Helibras, em Itajubá (Sul de Minas), já fornece produtos de alta tecnologia para as Forças Armadas.

 

“Tudo isso é muito positivo para a economia de Minas e para a economia do Brasil. A determinação do nosso Governo é diversificar e agregar valor aos produtos de nosso Estado. E não há dúvida alguma que a indústria de veículos blindados, não só insere tecnologia e conhecimento, mas garante sustento à Iveco na possibilidade de novos saltos”, disse o governador.

 

O Veículo Blindado de Transporte de Pessoal é uma viatura de transporte de 18 toneladas, equipada com motor diesel eletrônico, tração 6×6 e capacidade anfíbia, capaz de transportar 11 militares. O modelo poderá ser equipado com uma torre de canhão automático ou de metralhadora operada por controle remoto para diversas aplicações diferentes, e pode ser aerotransportado por um avião tipo Hercules C-130.

 

O veículo deverá substituir gradativamente a frota atual de blindados de transporte de tropas do Exército. A partir do modelo desta unidade, a Iveco poderá construir uma nova família de blindados médios de rodas que poderá ter até mais dez versões diferentes, incluindo veículos de reconhecimento, carro de combate, socorro, combate de fuzileiros, posto de comando, comunicações, morteiro leve, morteiro pesado, central diretora de tiro, oficina e ambulância.

 

Desenvolvimento regional

 

O presidente da Iveco Latin América, Marco Mazzu, ressaltou durante a sonelidade que, nos últimos três anos, a Iveco modificou radicalmente o perfil produtivo de Sete Lagoas, baseado até então na produção de ferrogusa. Com a instalação da montadora do Grupo Fiat, a cidade se transformou no segundo pólo automotivo do Estado. Hoje, segundo o presidente, a Iveco emprega diretamente cerca de 2.600 pessoas e outros 5.000 indiretas. A empresa também responde por cerca de 35% da arrecadação municipal, segundo o prefeito de Sete Lagoas, Mário Márcio Maroca.

 

O município tem investimentos previstos de R$ 2,15 bilhões, entre 2003 e 2011, em projetos públicos e privados, com a geração de 6,6 mil empregos diretos. Os principais setores que estão recebendo os investimentos são a siderurgia, indústria têxtil, transporte, segurança, saneamento, metalurgia, comércio, automotivo e agroindústria.

 

Fonte: Agência Minas