Você está em:
IMPRIMIR

Azeredo alerta para risco de volta dos elevados índices de inflação

13 de abril de 2011

O Deputado Federal Eduardo Azeredo (PSDB/MG) cobrou do Governo Federal ações mais eficazes no combate à inflação. Segundo ele, a última administração não tomou as medidas fiscais necessárias para conter a alta dos preços, e o risco de volta dos elevados índices inflacionários é iminente. “Uma das formas de se controlar a inflação é manter o dólar em valor baixo, para incentivar as importações. Mas isso já acontece, inclusive, prejudicando as exportações e os produtos brasileiros. Estamos vendo a volta da indexação e uma elevação rápida do preço de produtos e serviços”, alertou.

 

Azeredo destacou que, durante os oito anos em que governou o Brasil, o PSDB tomou medidas austeras e, até, impopulares para conter a inflação. “O PT soube aproveitar esse período de estabilidade. Foi essa estabilidade, criada com o Real e com o fim da inflação, que permitiu ao País avançar nas questões sociais”, avaliou o Deputado. “Agora temos o risco de volta da inflação, com conseqüências que serão sentidas, sobretudo, pelos mais pobres”, concluiu.

 

Combustíveis

 

Ainda de acordo com Eduardo Azeredo, a inflação pode ser sentida, claramente, por meio do preço dos combustíveis. “O Brasil tinha um ótimo programa para produção de etanol. Mas, depois da descoberta do pré-sal, isso ficou meio de lado. O resultado foi a queda na produção de álcool, com a conseqüente elevação dos preços deste produto e também da gasolina”, disse.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do deputado Eduardo Azeredo