Você está em:
IMPRIMIR

Azeredo: ações da Argentina para restringir produtos brasileiros são populistas

22 de junho de 2012

A Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul) realizou nesta semana audiência pública para debater as relações comerciais com a Argentina. O país vizinho tem criado dificuldades para a entrada de produtos brasileiros na tentativa de reduzir o déficit na balança comercial com o Brasil como alternativa para enfrentar a crise econômica.

“São medidas populistas. Esperamos ações mais maduras por parte da Argentina, medidas mais objetivas para o enfrentamento da crise local”, afirmou o deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG), integrante do Parlasul. Segundo ele, o bloco precisa ser fortalecido, inclusive, com a intensificação da participação parlamentar.

“As reuniões do Parlasul não acontecem há quase dois anos, também pela demora da Argentina em indicar os membros de sua representação”, completou Azeredo. Parlamentares do país vizinho também participaram da audiência pública.

 

Fonte: Diário Tucano