Você está em:
IMPRIMIR

Antonio Anastasia recebe apoio de médicos e profissionais da saúde de Minas

1 de setembro de 2010

O governador Antonio Anastasia recebeu nesta quarta-feira, dia 01,  mais um importante apoio à sua reeleição. Médicos e profissionais de saúde de Belo Horizonte e do interior de Minas se reuniram no auditório da Faculdade de Ciências Médicas, em Belo Horizonte, para declarar publicamente o apoio à reeleição de Antonio Anastasia. O governador afirmou, para uma platéia de 400 pessoas, ter ficado honrado com a manifestação de apoio dos profissionais da saúde por se tratar de uma categoria fundamental para toda a população. Antonio Anastasia reafirmou o compromisso em dar continuidade aos investimentos na área de saúde iniciados com o governador Aécio Neves.

“É uma classe que temos muito respeito. Por isso mesmo, fico muito honrado com este apoio, que também me dá mais compromisso e responsabilidade para trabalhar a favor da saúde pública. Eu queria reiterar o nosso compromisso com a categoria, com aqueles que são servidores, que, é claro, têm que ter sempre melhorias e já conseguimos bastante. Ao mesmo tempo os investimentos para melhorar a saúde pública”, disse o governador.

Entre as propostas do Plano de Governo de Antonio Anastasia para os próximos quatro anos na área de saúde está a ampliação do número de hospitais regionais para 200 unidades. O governador também ampliará o número de Centros Viva Vida e o atendimento à saúde preventiva. Minas mantém o maior número de equipes do Programa Saúde da Família (PSF) no país. Em 2003, eram 2.571 equipes no PSF. Hoje, são 4.039 equipes responsáveis pela cobertura de 71,4% da população, em 835 municípios.

Desde o início do governo Aécio Neves, em 2003, o Governo de Minas destinou R$ 15,5 bilhões em investimentos na área da saúde. Para 2010, estão previstos mais R$ 3,62 bilhões em investimentos. O Governo de Minas também investiu no atendimento hospitalar de alta complexidade. Em 2002, o número de leitos de UTI somava 684. Em junho deste ano, o número saltou para 2.087 leitos. Um aumento de 205% no período. Um dos principais indicadores da melhoria no setor é a expressiva queda da taxa de mortalidade infantil em Minas, que caiu 22,4%  entre 2003 e 2009.

Competência

A manifestação de apoio recebido hoje pelo governador Antonio Anastasia contou com representantes do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, da Associação Médica de Minas Gerais, da Federação Nacional das Cooperativas Médicas, Grupo Santa Casa, Associação dos Hospitais de Minas Gerais, Conselho Federal de Medicina, Sindicato dos Médicos de Minas Gerais e de diversos hospitais do Estado.

O presidente do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG), Manuel Maurício Gonçalves, afirmou que o apoio à reeleição do governador se deve à sua competência como gestor público. Ele destacou os avanços obtidos com as ações de regionalização da saúde em Minas através do Pro-Hosp, programa de fortalecimento dos hospitais de Minas. 

“No interior do estado a gente vê a mão do Governo do Estado participando ativamente na área da saúde. Por isso, pela seriedade, pela inteligência brilhante do governador, nós queremos que ele continue a gerir a saúde em Minas Gerais”, declarou.

O Pro-Hosp está melhorando a qualidade do atendimento em 128 hospitais que atendem pelo SUS em 112 municípios de todas as regiões do Estado. Já foram investidos R$ 500 milhões na melhoria da estrutura física, compra de equipamentos de alta tecnologia, implantação de novos serviços nos hospitais e modernização da gestão. Desses recursos, R$ 108 milhões foram aplicados em 2009 e estão previstos mais R$ 80 milhões em 2010.

O presidente da Associação Médica de Minas Gerais, José Carlos Collares Filho, afirmou que o governador já demonstrou que tem capacidade para desenvolver programas eficientes e com resultados comprovados na área da saúde.

“O Anastasia não é a busca de uma oportunidade. É a concretização de um conceito. Ele já está no governo, já mudou a cara do Estado. Portanto, é uma continuidade extremamente benéfica para Minas Geais”, disse.

 

Opção pela ética

O presidente da Unimed-BH, Helton Freitas, afirmou que a opção pelo projeto político de Antonio Anastasia é uma escolha ética. Ele afirmou que Antonio Anastasia, ao lado de Aécio Neves, teve a coragem de trazer a gestão pública para o centro da agenda política nacional.

“Devemos depositar o nosso voto naqueles com estatura moral e com a vocação administrativa para tornar o nosso voto efetivo. Em toda minha vinha vida eu nunca votei com tamanha convicção como farei no próximo dia 3 de outubro para a sua permanência no Governo de Minas Gerais”, declarou, durante discurso.

O médico Rafael Guerra, primeiro-secretário da Câmara dos Deputados e professor da Faculdade de Ciências Médicas, defendeu a reeleição de Antonio Anastasia para continuar programas importantes como o Pro-Hosp, Viva Vida e Programa de Saúde da Família (PSF). “Houve um aumento expressivo nos investimentos na saúde nos últimos oitos anos, até pelas condições financeiras do Estado, a partir do Choque de Gestão, do controle das finanças do Estado”, disse.

O evento contou com o a presença do ex-ministro e ex-embaixador do Brasil em Cuba, Tilden Santiago, segundo suplente de Aécio Neves na chapa ao Senado Federal.

Rede de apoio

Desde o início da campanha, o governador Antonio Anastasia já recebeu o apoio de importantes segmentos da sociedade civil. A sua reeleição conta com uma rede de apoio formada por sindicatos e cooperativas de táxi, ambientalistas, artistas, presidentes e dirigentes das torcidas do Atlético, Cruzeiro, América e Ipatinga. Também tem o apoio de entidades de atendimento a dependentes químicos, Movimento das Donas de Casa e Consumidores, movimentos femininos, movimentos da juventude, categoria dos motociclistas profissionais, da comunidade jurídica de Minas Gerais, além de prefeitos e lideranças municipais de todo o Estado.