Você está em:
IMPRIMIR

Antonio Anastasia faz primeira visita à Light após sua posse

18 de fevereiro de 2011

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, reuniu-se, nesta sexta-feira (18/02), no Rio de Janeiro, com o diretor-presidente da companhia de energia Light S.A., Jerson Kelman e diretores da companhia. Durante a visita à sede da empresa, a primeira desde a sua posse ao Governo de Minas, Antonio Anastasia recebeu relato sobre o desempenho da Light desde que a Cemig assumiu o seu controle operacional, em 2010. Ao final do encontro, o governador convidou os atuais diretores da Light a permaneceram nos cargos, com a renovação dos contratos dos executivos.

 

“Tive a oportunidade de receber aqui um relato geral apresentado pelo presidente e diretores sobre a situação da Light. Tive a oportunidade de fazer aqui a indicação da renovação dos contratos dos diretores por mais um período. Determinamos, permanentemente, a continuidade daquilo que já estava sendo feito nesse período, de uma articulação muito forte com os poderes públicos do Rio de Janeiro, com o estado e o município, nas diversas questões. Isso vai significar, naturalmente, sempre a melhoria dos serviços públicos de energia prestados na área de concessão e, ao mesmo tempo, a melhoria em geral, da atuação da companhia”, afirmou o governador, em entrevista.

 

A Cemig tem 25,5% do controle direto da Light, resultado da aquisição de ações da companhia em operações realizadas no fim de 2009 e em 2010, no Governo Aécio Neves. Desde março de 2010 a Cemig detém o controle operacional da Light, definido em acordo de acionistas.

 

A Light S.A. apresentou lucro líquido de R$ 350,1 milhões no acumulado de janeiro a setembro de 2010 (último resultado divulgado). O mercado total do grupo cresceu 6% nos nove primeiros meses do ano. A receita líquida, outro indicador da saúde financeira da empresa, ficou em R$ 4,4 bilhões no período, 12,7% maior que em 2009.

 

Integração

 

Acompanhado do presidente da Cemig, Djalma Morais; do secretário da Copa do Mundo e presidente do Conselho de Administração da Light, Sergio Barroso; e do senador Aécio Neves, o governador Antonio Anastasia afirmou que Light e Cemig continuarão trabalhando cada vez mais integradas em projetos de investimentos.

 

“Nosso estímulo é para que haja, cada vez mais, uma integração em projetos mais inovadores, com tecnologia mais avançada entre a Light e a Cemig, que são duas das empresas brasileiras na área de energia. Então, em síntese, foi essa a nossa reunião que aconteceu e queria cumprimentar, aqui, a diretoria pelos resultados apresentados neste último ano, muito positivos em diversos sentidos”, disse Antonio Anastasia.

 

Light e Cemig estão trabalhando juntas na implantação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paracambi. As obras já começaram, e a entrada em operação da hidrelétrica é prevista para novembro de 2011. Capaz de produzir 25 MW, suficiente para abastecer uma cidade de 120 mil habitantes, o projeto abrangerá os municípios de Paracambi, na Baixada Fluminense, onde será instalada a usina, Itaguaí e Piraí, no Sul Fluminense, para onde se estenderá o reservatório.

 

Construída pela Lightger, empresa do Grupo Light, e pela Cemig, a hidrelétrica, além de contribuir para melhorar o fornecimento de energia na Baixada Fluminense, vai gerar, durante as obras, cerca de 500 empregos diretos, com prioridade para a contratação da mão de obra local. A nova usina diminuirá a dependência externa de energia elétrica do Estado do Rio, além de melhorar as condições de controle de tensão e freqüência na Região Metropolitana do Rio e no Vale do Paraíba. 

 

Ouça entrevista do governador Anastasia, do diretor-presidente Jerson Kelman e do senador Aécio Neves