Você está em:
IMPRIMIR

Antonio Anastasia assina Plano de Metas do Poupança Jovem para 2011

13 de abril de 2011

O governador Antonio Anastasia assinou, nesta quarta-feira (13/04), no Palácio Tiradentes, o Plano de Metas do Programa Poupança Jovem para 2011. O documento reúne ações e prazos estipulados pela coordenação estadual do programa para o desenvolvimento das atividades nos municípios onde é realizado. Durante a solenidade que contou com a presença de 270 estudantes de Sabará, o governador destacou a importância do Poupança Jovem, que já atende mais de 50 mil jovens em oito municípios mineiros, e anunciou que, este ano, o programa será estendido a Pouso Alegre (Sul de Minas).

 

“O Poupança Jovem é um programa especial que criamos diante do descrédito de muitos que não acreditavam que teríamos condições de fazer, no ensino médio da rede estadual, um projeto apostando nos jovens. Que desse a eles oportunidades, estimulando-os, para conseguir o mais importante de tudo, que o aluno goste da sua escola. Que ele invista em si mesmo, em sua auto-estima e no reconhecimento que cada um pode fazer muito para mudar, para avançar, para progredir na sua cidade, no seu estado e no seu país”, disse o governador.

 

Antonio Anastasia afirmou que o programa, com a adesão voluntária dos alunos, está contribuindo para reduzir a evasão escolar e melhorar os indicadores da educação. O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio que residem em comunidades com alto índice de evasão escolar, violência ou baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A cada ano letivo concluído, o estudante recebe benefício de R$ 1 mil. Ao final de três anos, são depositados pelo Governo de Minas, na conta do estudante, R$ 3 mil. Só terá direito ao recurso o aluno que concluir regularmente o ensino médio no município atendido e cumprir as metas e obrigações estipuladas pelo programa.

 

“O Poupança Jovem é um projeto muito ousado. Tínhamos que apostar que íamos reduzir a evasão escolar. Precisávamos ter uma adesão voluntária dos alunos. Ninguém é obrigado a nada, é uma adesão. Então, precisamos conquistar os alunos, que normalmente são adolescentes, jovens e que muitas vezes não têm uma atividade muito vinculada ao ensino. Então, apostamos que íamos mostrar a eles que o projeto era bom e que essa aposta neles mesmos renderia frutos, como aconteceu”, afirmou.Criado em 2007, o Poupança Jovem está implantado em Esmeraldas, Ibirité, Sabará  e Ribeirão das Neves (Região Metropolitana de Belo Horizonte), Juiz de Fora (Zona da Mata), Governador Valadares (Vale do Rio Doce), Montes Claros (Norte de Minas), e Teófilo Otoni (no Vale do Mucuri). O programa já recebeu mais de R$ 250 milhões e, em 2011, serão investidos mais R$ 75 milhões.

 

No ano passado, cerca de 7 mil alunos de Ribeirão das Neves, Ibirité, Esmeraldas e Governador Valadares concluíram o terceiro ano do ensino médio e receberão o benefício de R$ 3 mil este ano. A primeira turma de estudantes atendidos pelo programa formou-se em março de 2010.

 

Metas para 2011

 

O Plano de Metas do Poupança Jovem para 2011 foi assinado pelo governador, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wander Borges e os prefeitos representantes dos oito municípios já atendidos. Composto de 37 ações, o documento tem o objetivo de aprimorar o monitoramento e avaliação das ações gerenciais, pedagógicas e administrativas que fazem parte das rotinas de trabalho do programa.
Entre as ações estão avaliação da equipe técnica que desenvolve o programa nos municípios, prazo de início das atividades, previsão de adesão de novos alunos, acompanhamento de frequência e regularização da documentação dos estudantes. Todas as ações são avaliadas a partir de critérios estabelecidos, gerando uma pontuação que resultará no posicionamento do município dentro do Índice Geral de Execução.

 

Em 2010, o melhor desempenho no Índice Geral de Execução do Poupança Jovem foi alcançado por Sabará, que conseguiu executar 88% das metas. A média das oito cidades participantes do programa foi de 75%. Na solenidade, o governador e o secretário Wander Borges entregaram placa ao prefeito de Sabará, William Borges, e ao coordenador do Poupança Jovem no município, Fabio Tadeu, em reconhecimento ao bom resultado.  Wander Borges afirmou os investimentos têm permitido aos jovens novas oportunidades e perspectivas de futuro.

 

“Este ano vamos atender mais de 60 mil alunos, sendo que ano passado fechamos com 52 mil alunos. O investimento feito já atinge mais de R$ 250 milhões, investimento esse que não é só no asfalto, no concreto, na brita, na areia, no cimento. Investimento esse que muda as pessoas, que traz o sentimento para que essas meninas e meninos aqui presentes e dos outros municípios possam conquistar um espaço”, disse o secretário de Desenvolvimento Social, Wander Borges.

 

Também participaram da solenidade a secretária de Educação, Ana Lúcia Gazzola, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Diniz Pinheiro, e cerca de 300 estudantes de Sabará. Os convidados acompanharam a apresentação do grupo Panela de Percussão, formado por 12 jovens, sendo cinco participantes do programa.

 

Planejando o futuro

 

As estudantes Isabel Cristina Cesário e Jacqueline Lorrayne cursam o terceiro ano do ensino médio na Escola Estadual Maria Floripes Nascimento Alves. Elas esperam que o dinheiro que receberão no ano que vem possa ajudar no início de uma nova etapa de vida.

 

“Quero fazer faculdade de moda e tenho muitos planos. Quero pagar um curso pré-vestibular e tirar carteira de motorista. Para mim, foi uma surpresa muito gratificante minha cidade ter ficado em primeiro lugar. Nos esforçamos muito, mas nunca imaginamos que teríamos esse resultado”, disse a estudante.
Para Jacqueline, as palestras e ações educativas que tem recebido em função do projeto são fundamentais para sua formação. “Quando terminar o terceiro ano, quero fazer um curso especializado, vou ser maquiadora”, disse a estudante.

 

Para receber ter o benefício, o estudante deve participar de atividades de aprendizagem de caráter cultural, esportivo, comunitário e de prevenção à criminalidade, respeitar colegas, professores e funcionários da escola. No período, o aluno não poderá ter envolvimento com atos de violência, brigas e drogas. Ao longo da formação no ensino médio, os estudantes participam de atividades extracurriculares oferecidas pelo Poupança Jovem, como cursos de capacitação profissional, inclusão digital. A proposta é estimular a capacidade dos jovens de planejar o futuro, aspirações pessoais, profissionais, planejamento financeiro e a criar melhores condições de ingresso no mercado de trabalho.

 

Fonte: Agência Minas