Você está em:
IMPRIMIR

Anastasia firma parceria com Fiemg para cursos itinerantes de qualificação profissional

13 de abril de 2011

O governador Antonio Anastasia e o presidente do Sistema Fiemg, Olavo Machado Júnior, assinaram, nesta quarta-feira (13/04), no Palácio Tiradentes, protocolo de intenções para implantação do projeto Ciranda da Formação/Escola Móvel, destinado a qualificar trabalhadores e suas famílias em Minas Gerais.

 

Desenvolvido em parceria entre o Governo de Minas, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), o Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG) e o Serviço Social da Indústria (Sesi), o projeto levará ensino técnico a cidades carentes de cursos de formação profissional. O objetivo é capacitar mão-de-obra profissional básica, possibilitando a geração de renda e a inclusão dos participantes no mercado de trabalho. Durante a solenidade, Antonio Anastasia destacou a importância do projeto para incrementar a geração de renda em cidades necessitadas.

 

“Muitas vezes o Governo leva a determinada região saneamento, asfalto, melhorias nas escolas e questões de saúde, telefonia celular, mas a renda não pode ser gerada pelo próprio poder público, pois depende dos agentes econômicos. Para isso, termos as pessoas gabaritadas é fundamental”, disse o governador.

 

Ensino profissionalizante

 

As atividades do projeto Ciranda da Formação serão realizadas em uma grande tenda, oferecendo aprendizado técnico-profissionalizante, além de serviços básicos de saúde e atividades esportivas, de lazer e cultura. A tenda permanecerá em cada cidade por aproximadamente três meses. Serão oferecidos cursos profissionalizantes de pedreiro de alvenaria, carpinteiro, armador, eletricista, mecânico, bombeiro domiciliar, padeiro, confeiteiro e costura.

 

O presidente da Fiemg, Olavo Machado Junior, ressaltou que os cursos darão, aos alunos do Escola Móvel, condições de continuar o aprendizado em centros regionais maiores. “Nossa ideia é identificar, por meio de profissionais treinados, aqueles com maior preparo, para serem levados a uma cidade polo da região e serem inseridos em uma escola do Senai”, disse.

 

Pela parceria, a Fiemg disponibilizará e transportará a tenda com equipamentos, além dos profissionais para capacitação itinerante de trabalhadores. Caberá ao Estado definir as cidades a serem beneficiadas, organizar o público-alvo a ser atendido pelos cursos, além de oferecer linhas de crédito por meio do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG) e serviços básicos de saúde.Inicialmente, o Ciranda da Formação atenderá aos municípios de Itinga, Santo Antônio do Jacinto, Matutina, Confins, Capim Branco, Mateus Leme, Arinos, Ninheira, Presidente Kubitschek. A expectativa é que novas tendas sejam instaladas em outras cidades e cursos de diferentes áreas sejam incluídos.

 

Atividades físicas e culturais

 

Os trabalhadores terão ainda disciplinas como Educação e Sustentabilidade; Trabalhos Manuais Básicos; Noções de Educação Básica; Noções de Cultura Geral; além de oficinas de artesanato – bordado, bijuteria para geração de renda.

 

Também serão promovidas atividades físicas, apresentações artísticas de música, teatro e dança, e oficinas culturais de artes plásticas, artes visuais, música e dança. Os trabalhadores também terão orientação sobre saúde bucal. Serão ministradas ainda palestras sobre consumo consciente, cidadania, educação ambiental, responsabilidade social, voluntariado e planejamento financeiro familiar.

 

Fonte: Agência Minas