Você está em:
IMPRIMIR

Anastasia e presidente da Fiat firmam parceria para implantação de novos espaços culturais

29 de março de 2011

O governador Antonio Anastasia, o presidente da Fiat Automóveis, Cledorvino Belini, e o presidente da Casa Fiat de Cultura, José Eduardo de Lima Pereira, firmaram parceria, nesta terça-feira (29/03), para implantação da Casa Fiat de Cultura e do Museu do Automóvel, espaços que passarão a integrar o Circuito Cultural Praça da Liberdade. A Casa Fiat de Cultura ocupará o prédio do Palácio dos Despachos e o Museu do Automóvel será instalado em galpão que servia de estacionamento para veículos do Gabinete Militar do Governador, na área interna do Palácio da Liberdade.

 

Durante a solenidade, o governador destacou a importância da criação de mais dois novos espaços para o Circuito Cultural Praça da Liberdade. Atualmente, já estão em funcionamento o Espaço TIM UFMG do Conhecimento, o Museu das Minas e do Metal e o Memorial Minas Gerais – Vale, além do Palácio da Liberdade, aberto ao público sempre aos domingos, a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa e o Arquivo Público Mineiro. Juntos, os espaços receberam cerca de 500 mil visitantes no primeiro ano de implantação do circuito cultural.

 

“Ficamos muito felizes com essa nova parceria que fazemos com a Fiat, através da Casa Fiat de Cultura, para que o Palácio dos Despachos, um dos prédios que foram desocupados na Praça da Liberdade, tivesse também essa destinação cultural muito importante. Vai abrigar a Casa Fiat, hoje funcionando no Belvedere, mas que será muito melhor instalada na Praça da Liberdade. A Fiat assume também o compromisso de, em parceria com o Veteran Car Club do Brasil, de colocar um acervo importante no Museu do Automóvel, que será construído nos jardins do Palácio da Liberdade”, disse Antonio Anastasia em entrevista.

 

Mais espaço para exposição de arte

 

A parceria foi firmada por meio da assinatura de dois protocolos de intenções. O primeiro, assinado com a Casa Fiat de Cultura, prevê a implantação da sede da instituição no Palácio dos Despachos, no bairro de Lourdes. Instalada atualmente no bairro Belvedere, em área de 1.400 metros quadrados, a Casa Fiat de Cultura ocupará espaço bem mais amplo no Circuito Cultural Praça da Liberdade. Com 2.600 metros quadrados, o Palácio dos Despachos tem quatro pavimentos com vãos amplos e dimensões adequadas para receber grandes exposições de artes plásticas, uma das principais atrações da Casa Fiat de Cultura.

 

As obras serão iniciadas após conclusão dos estudos do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) para a adequação do espaço. A Casa Fiat está preparando duas grandes exposições para o mês de maio e promete apresentar intensa programação até a inauguração do novo espaço.

 

O presidente da Fiat, Cledorvino Belini, afirmou que a parceria representará importante contribuição para a cultura mineira com a integração da Casa Fiat de Cultura e a implantação do Museu do Automóvel no Circuito Cultural Praça da Liberdade.

 

“Ao confiar à Fiat o Palácio dos Despachos para a instalação da Casa Fiat de Cultura e ainda parte dos terrenos adjacentes para a implantação do Museu do Automóvel, o Governo de Minas abre para nós a responsabilidade e a oportunidade de contribuirmos para a grande iniciativa representada pelo Circuito Cultural Praça da Liberdade”, disse o presidente da Fiat, Cledorvino Belini.

 

A Casa Fiat de Cultura consolidou-se como um dos mais importantes espaços para discussão e exposição das artes no Brasil. Inaugurada em 2006, a Casa Fiat de Cultura destaca-se por oferecer programação gratuita à população. A instituição abriga grandes mostras internacionais de artes plásticas e apresentações inéditas de acervos brasileiros, com debates acadêmicos e programas educativos.

 

Em cinco anos de trajetória, mais de 250 mil pessoas visitaram a instituição. Em 2009, a Casa Fiat de Cultura apresentou duas exposições que atraíram milhares de pessoas: \”Rodin: do Ateliê ao Museu – Fotografias e Esculturas\” e \”O mundo mágico de Marc Chagall\”.

 

Museu do Automóvel

 

O segundo protocolo de intenções assegura a criação do Museu do Automóvel a ser instalado em galpão de 2 mil metros localizado nos fundos do Palácio da Liberdade. A implantação do museu contará com parceria do Veteran Car Club do Brasil que cederá o acervo de raridades para contar a história dos automóveis. O presidente do Veteran Car Clube do Brasil, Osvaldo Borges da Costa Filho, explicou que o espaço será ampliado para quase 6 mil metros quadrados e terá ampla área de lazer para conforto dos visitantes.

 

“O museu ficará situado nos fundos do Palácio da Liberdade, onde se encontra um galpão de dois mil metros quadrados, que será ampliado e deverá ter uma área construída de aproximadamente cinco a seis mil metros quadrados, com uma mostra permanente variando entre 100 e 150 veículos antigos permanentemente. Contará também com uma estrutura de lazer, com restaurantes, lojas de souvenir, enfim, todo apoio para o conforto do visitante”, destacou Osvaldo Borges.

 

Pela parceria, o Governo de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura cederão os espaços pelo período mínimo de cinco anos.  A Fiat ficará responsável pelo financiamento dos dois projetos. O Veteran Car Club do Brasil ficará responsável pela coordenação e gestão do acervo e atividades do museu. A museografia será de Maria Inês Mantovani. Os dois projetos arquitetônicos serão dos arquitetos Márcio Baptista de Oliveira e Carolina Arantes.

 

Diversidade cultural

 

O Circuito Cultural Praça da Liberdade, maior complexo cultural do Brasil, passa a contar agora com 13 espaços culturais, entre museus históricos, artísticos e temáticos, centros culturais, bibliotecas e espaços para oficinas, cursos e ateliês abertos. Além dos espaços já abertos à visitação, estão em processo de implantação o Centro Cultural Banco do Brasil, Centro de Arte Popular – Cemig, Museu do Homem Brasileiro, Museu Clube da Esquina. Ainda fazem parte do complexo, o Palácio da Liberdade, a Biblioteca Pública Luiz de Bessa, o Arquivo Público Mineiro e o Museu Mineiro.

 

“Esses projetos comprometidos hoje aqui, a partir da Fiat, do Governo de Minas e da Veteran Car Clube, promovem uma diversificação maior do Circuito Cultural Praça da Liberdade, com outros conteúdos disponíveis para o cidadão e, realmente, tornando um dos maiores circuitos culturais do país e do mundo”, afirmou a secretária de Cultura, Eliane Parreiras.

 

Palácio dos Despachos

 

O Palácio dos Despachos foi construído na década de 60 para abrigar o serviço administrativo do Estado, uma vez que o espaço do Palácio da Liberdade se tornou insuficiente para a acomodação de um número elevado de pessoal. Projetado pelo arquiteto Luciano Amédee Péret e construído pelo engenheiro Alberto Bouchardet Filho, foi inaugurado em 24 de outubro de 1967, durante a gestão do governador Israel Pinheiro. O prédio apresenta características da arquitetura modernista, com andares livres e estrutura autônoma. A fachada é protegida da insolação por brise-soleil e o acabamento no hall principal é em mármore Marta Rocha.

 

Fonte: Agência Minas