Você está em:
IMPRIMIR

Anastasia diz que liderança em BH e RMBH é resultado do reconhecimento aos avanços em MG

5 de setembro de 2010

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais” destacou na manhã deste domingo, dia 5, que sua liderança nas pesquisas de intenção de voto na Região Metropolitana de Belo Horizonte decorre do reconhecimento da população pelo trabalho realizado pelo Governo de Minas Gerais nos últimos oito anos. Pesquisa Datafolha publicada ontem mostrou que o governador Anastasia abriu uma vantagem de 19 pontos percentuais sobre Hélio Calixto Costa, do PMDB, na preferência dos eleitores da Capital e de 11 pontos na Região Metropolitana.

“O resultado implica em, primeiro lugar, o reconhecimento do trabalho feito pelo nosso governo ao longo dos últimos anos nessa cidade. Houve o primeiro reconhecimento da identidade, sendo eu o candidato da continuidade com avanços. E, naturalmente, isso que estamos tendo aqui está se estendendo ao interior do Estado agora também”, disse Antonio Anastasia.

De acordo com o DataFolha, Antonio Anastasia tem hoje 47% das intenções de voto dos eleitores da Região Metropolitana. Em 27 de agosto eram 36%. Enquanto o governador registrou um salto na sua candidatura, o seu principal adversário apresenta situação oposta. Costa tinha 38% e caiu para 36%, segundo o Datafolha.

 

Aglomerado da Serra

O governador Antonio Anastasia caminhou na manhã deste domingo pelas ruas da comunidade do Aglomerado da Serra, onde vivem 50 mil pessoas. O governador cumprimentou vários moradores e comerciantes, que o receberam com entusiasmo e ainda concedeu entrevista à Favela FM, uma das rádios comunitárias mais conhecidas do país.  Antonio Anastasia retribuiu o carinho da população reforçando seu compromisso com a educação, a saúde, a segurança e a geração de empregos. Todas as metas estarão no plano de governo, lançado nesta semana.     

“Diria que temos áreas fundamentais: saúde, educação, segurança e geração de empregos. Se conseguirmos bons resultados nessas áreas vamos avançar. Vamos levar a saúde cada vez mais perto das pessoas, com a criação de hospitais regionais. Queremos que ninguém em Minas fique a menos de duas horas de um atendimento hospitalar completo, da mais alta complexidade. Além disso, vamos investir muito na saúde básica que são os programas de Saúde da Família e ao mesmo tempo das Unidades Básicas de Saúde”, disse Antonio Anastasia.

 

Reconhecimento da população

A visita de Anastasia ao aglomerado animou a aposentada Ana Alves Cândida, de 66 anos de idade moradora da Vila há 40 anos. Ela saiu cedo de casa para prestigiar o candidato e agradecer pelo aumento da segurança no morro. Com dois adesivos na camiseta, foi esperá-lo na Rua Serenata, de onde o governador partiu para o corpo a corpo.

“Antes, chegava à noite e a gente nem podia mais sair de casa. Todo dia tinha tiros. Agora, está bem mais seguro”, disse a Dona Ana.

Cristina Souza, dona de uma barraca de frutas na Rua Bandoneon, mostrou-se satisfeita com a presença do governador. “O fato dele estar aqui mostra pra gente que ele tem intenção de continuar as melhorias iniciadas com o Aécio. Os meninos estão na escola e o pessoal está conseguindo emprego mais fácil. Ainda falta muita coisa, mas o Anastasia vai dar conta do recado”, afirmou.

 

Professor da Família

Durante a visita, o governador anunciou que entre as propostas do Plano de Governo, que será lançado esta semana, está o projeto “Professor da Família”, que percorrerá a casa dos alunos, para auxiliar os estudantes em caso de dificuldades no aprendizado. Minas Gerais atualmente lidera o ranking nacional de qualidade no ensino fundamental, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ministério da Educação.

“Estamos criando um programa novo, e que estou muito orgulhoso dele, chamado Professor da Família, cujo objetivo e atender de casa em casa, juntamente com os pais, os alunos que por problemas familiares ou por algumas dificuldades, não vão tão bem quanto os outros”, disse Antonio Anastasia. Nos últimos sete anos, o Governo de Minas investiu, apenas no Aglomerado da Serra, R$ 1,4 milhão em obras de reforma em sete escolas estaduais.

 

Segurança Pública e Fica Vivo!

Antonio Anastasia destacou a meta de investir mais cada vez mais na prevenção, na chamada Polícia Inteligente. “É aquela polícia que faz a prevenção e que leva a segurança às pessoas. Melhorou muito a segurança nas grandes cidades, a presença da polícia e os nossos programas. Tem aqui o programa Fica Vivo! aqui, que nós temos que aumentar ainda mais, mas preciso também levar segurança à área do campo, na zona rural. Porque o criminoso, muitas vezes, ele sai da cidade grande e vai para a zona rural. E é claro continuar aumentando o efetivo das nossas polícias”, afirmou.

Boa parte da redução da criminalidade na maior favela de Belo Horizonte se deve ao Fica Vivo!, programa destinado às famílias que vivem em áreas de risco. O projeto, que oferece aos moradores programas sociais, ajuda a afastar os jovens dos contatos com drogas, aumentando, consequentemente, a segurança pública nas áreas atendidas, sendo 25 núcleos em Belo Horizonte e 15 em cidades do interior. No Aglomerado da Serra, o Fica Vivo!, inaugurado em 2006, já atendeu 15.200 jovens e adolescentes, entre 12 e 24 anos.

 

Empregos

O candidato reafirmou que a geração de empregos será uma obsessão do Governo de Minas nos próximos quatro anos. Entre 2003 e 2010, Minas gerou 1 milhão de vagas. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a taxa de desemprego, em julho, ficou em 8,3%, alcançando o patamar mais baixo desde 1996, ano em que teve início a série histórica da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED).

Antonio Anastasia ainda lembrou a descoberta de gás natural em território mineiro, o que vai abrir novas oportunidades de trabalho.
“Esse gás foi descoberto na Bacia do São Francisco, nós vamos agora fazer os gasodutos e vamos ter muito dinheiro para fazer mais obras. Porque o gás, além de dar royalties, ou seja, dá um tributo para o Estado, o Estado é dono do poço. Metade dos poços é do Estado. Nós descobrimos o nosso pré-sal, vamos dizer assim. Então vamos ter muito recurso para fazer boas obras e eu estou muito orgulhoso disso. E aí nós vamos gerar mais empregos para os mineiros e ver cada vez mais Minas Gerais avançar”, finalizou.


Ouça

Entrevista do governador Antonio Anastasia