Você está em:
IMPRIMIR

Anastasia destaca bom desempenho econômico e social de Minas

9 de agosto de 2010

O governador Antonio Anastasia destacou neste domingo, dia 8, o bom desempenho econômico e social de Minas nos últimos anos. Ele lembrou ainda que, graças às ações do Governo do Estado, Minas Gerais registrou um PIB maior do que a média nacional, além de ter atraídos mais empresas e empregos do que seus estados vizinhos. O governador reafirmou o compromisso de, reeleito, criar estímulos tributários para atrair novas empresas e gerar mais empregos em todas as regiões.

O governador esteve em São Lourenço (Sul de Minas) na manhã deste domingo, onde participou de uma caminhada pelas ruas da cidade e recebeu o apoio de 27 prefeitos da região e da Associação dos Municípios da Microrregião do Circuito das Águas. 


Antonio Anastasia
ressaltou que, nos primeiros seis meses deste ano, Minas Gerais recebeu mais investimentos nominais de empresas privadas do que o Estado de São Paulo. “Se não fosse todo o esforço feito pelo Governo do Estado, nós não teríamos tido agora, nesse primeiro trimestre, o maior crescimento do PIB do Brasil e não teríamos atraído para Minas mais empresas que São Paulo atraiu para aquele estado”, disse o governador.

De acordo com a Fundação João Pinheiro, nos primeiros três meses de 2010, o PIB de Minas Gerais cresceu 12,2% em relação ao mesmo período do ano passado, diante de um crescimento de 9% do PIB nacional. Já os investimentos privados anunciados para Minas Gerais no período de 2003 e 2010, totalizam R$ 240 bilhões, com a geração de 448 mil empregos diretos.
 

Zonas Francas

Antonio Anastasia reafirmou seu compromisso de incluir no Plano de Governo um programa de atração de empresas para as áreas francas regionais, beneficiando regiões de baixo Índice de Desenvolvimento Humano. As empresas serão beneficiadas por estímulos tributários específicos, além de recursos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

“Teremos as chamadas zonas francas estaduais estratégicas, com estímulos tributários específicos, com base nos fundos que nós já criamos no passado, para atrairmos indústrias estratégicas. Elas vão criar uma corrente industrial e com empregos de qualidade em cada região, conforme a vocação econômica daquela região”, informou.
 

Turismo

A Região Sul foi uma das regiões mais beneficiadas pelas ações do Governo de Minas para alavancar o desenvolvimento econômico do Estado. Os investimentos estimularam uma das principais vocações da região: o turismo. As ações e programas adotados nas gestões do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, e do governador Antonio Anastasia buscaram dotar todas as regiões do Estado de infraestrutura necessária para que o acesso dos turistas seja facilitado.

Desde 2003, foram aplicados R$ 116 milhões em obras de infrasestrutura em 64 municípios do Sul de Minas. Já com o programa Proacesso, que pavimentou acesso a cidades que ainda tinham somente estradas de terra, foram investidos mais de R$ 100 milhões. Na região, o Governo do Estado já pavimentou 14 trechos de 258 quilômetros. Outros nove trechos estão em obras, o que totalizará mais 183 quilômetros de estradas pavimentas.

“No momento que nós recuperamos as estradas, colocamos telefonia celular, no melhoramos o saneamento, colocamos segurança pública mais eficiente, claro que tudo isso favorece e estimula o turismo, porque dá mais condições ao turista. E foi isso que nós fizemos. Por exemplo, em Caxambu, nós restauramos o balneário que vocês conhecem. Esse valor não está computado à conta do turismo, e sim de obras públicas”, disse o governador.O Balneário Hidroterápico do Parque das Águas Lizandro Carneiro foi reaberto pelo governador Antonio Anastasia, em junho, após ser restaurado. A revitalização atendeu a uma demanda da comunidade e foi realizada pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig). O investimento foi de R$ 7,5 milhões.

Construído em 1910, com projeto do arquiteto Alfredo Burnier, o Balneário passou por uma reforma completa e cuidadoso restauro de todo o seu patrimônio arquitetônico, incluindo obras de engenharia, restauração, paisagismo e novo mobiliário.

Durante as obras, foi trocado o sistema de iluminação e foram instaladas novas banheiras e caldeiras, além de um sistema de armazenamento de águas minerais para atender ao balneário. Também foram instalados novos sistemas de segurança e modernas instalações para os funcionários
 

Copa do Mundo

O governador disse ainda que o Estado estará pronto para receber os turistas que virão para a Copa do Mundo em 2014. Além dos jogos que serão realizados no Mineirão, Antonio Anastasia considera que o Sul do Estado pode ser escolhido com uma das subsedes da competição por sua posição estratégica e pela infraestrutura que oferece.

“O Sul de Minas tem uma posição estratégica excepcional. Tem um clima reconhecido, tem uma boa infraestrutura hoteleira. Nós vamos ter de melhorar os aeroportos. Temos de melhorar as estradas. As estaduais já estão em boas condições. Vamos qualificar as pessoas, principalmente na área de serviços, de hotel, restaurantes para termos aqui uma boa oportunidade e um cartão de visitas para termos os turistas internacionais aqui, inclusive, em especial, no nosso Circuito das Águas que é tão importante”, afirmou o governador.