Você está em:
IMPRIMIR

Anastasia: competência, honestidade e qualidade são pressupostos básicos para equipe de governo

17 de agosto de 2010

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela Coligação “Somos Minas Gerais” afirmou nesta terça-feira, dia 17,  que, reeleito, a formação de sua equipe de governo continuará sendo pautada pela competência, honestidade e qualidade de seus integrantes. Em entrevista ao jornal MGTV 2ª Edição, da Rede Globo Minas, o governador falou, ainda, sobre experiência política e administrativa, avanços sociais obtidos em seu governo e na gestão do ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, e sobre suas propostas para a área de educação.

“Fizemos um governo muito aplaudido, reconhecido não só internacionalmente, mas o mais importante, aqui pelos mineiros, com indicadores de popularidade extremamente altos. Esse apoio político é importante para termos a maioria na Assembleia para termos deputados vinculados a nós no Congresso Nacional. Para conseguirmos bons projetos. No momento da composição do governo, qual o nosso critério? Competência, qualidade, honestidade. Para apresentar resultados. Assim foi durante todo esse período. Assim é o meu atual governo. Assim também teremos os próximos anos em Minas Gerais”, disse o governador Antonio Anastasia.

Ele ressaltou toda a sua experiência política e administrativa, lembrando que, entre os cargos que ocupou, foi secretário de Recursos Humanos e Administração, no Governo Hélio Garcia; secretário-executivo dos ministérios do Trabalho e da Justiça; secretário de Planejamento e de Defesa Social no Governo Aécio Neves e eleito vice-governador com 77% dos votos dos mineiros em 2006.

“Tivemos a confiança plena de todos os mineiros. Tenho essa experiência política que começou comigo lá atrás. Sempre envolvido na política. O que eu não tenho de fato é o chamado envolvimento na ‘política baixa’, na política ruim. Isso não é comigo. Tenho envolvimento muito forte com boas propostas. O conhecimento técnico é importante. Porque hoje as pessoas que estão nos cargos, elas devem ter conhecimento também. Eu tenho então que misturar a sensibilidade, o sentimento de liderança e, ao mesmo tempo, com conhecimento técnico para superar os problemas. E foi o que aconteceu ao longo desses anos aqui em Minas”, disse Antonio Anastasia.


Saúde, educação e emprego

O governador também destacou os avanços obtidos nas áreas sociais em razão do modelo de gestão implantado na sua gestão e do ex-governador Aécio Neves. Ele lembrou que o Choque de Gestão, implantado em 2003, possibilitou a retomada da capacidade de investimento do Estado em áreas essenciais como saúde, educação e geração de empregos.

“As questões sociais sempre estiveram no centro das nossas preocupações. O Choque de Gestão foi feito em Minas para colocarmos ordem na casa. Para termos condições e oportunidades e instrumentos para avançarmos, fazermos as estradas, reformarmos as escolas e os hospitais, levar telefonia celular para todos os municípios, aumentarmos os efetivos das polícias”, disse.

E completou: “no levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social, em termos de qual estado vai melhor na área da assistência social, Minas sempre esteve em primeiro lugar. Somos reconhecidos por isso. Mas a questão social vai além da assistência social. A questão social envolve emprego, que é o mais importante, e nos últimos meses vimos que Minas Gerais gerou mais empregos que todos os estados do Brasil. A saúde, a educação, a infraestrutura, tudo isso é inclusão social. Na realidade é um todo”.
 

Educação

O governador Antonio Anastasia também afirmou que, se reeleito, a educação será prioridade em seu governo, tanto na melhoria das condições de trabalho dos professores, quanto na expansão de programas de ensino profissionalizante e novas propostas para melhorar o aprendizado dos alunos mineiros. Ele lembrou que, recentemente, Minas Gerais foi destaque em avaliação do Ministério da Educação.

“A educação é uma prioridade por quê? Porque envolve o futuro, as futuras gerações. Então, temos importantes inovações na metodologia, na qualidade do ensino e não foi em vão que agora o Ministério da Educação acaba de reconhecer Minas Gerais em primeiro lugar na educação.

Exatamente porque nós conseguimos avançar e fomos o primeiro estado a colocar as crianças aos seis anos na escola. Vamos continuar avançando na questão da remuneração dos professores, vamos continuar avançando na questão da qualidade do ensino”, disse o governador.
 

Metrô e BR-381

Antonio Anastasia também cobrou investimentos do Governo Federal na ampliação do metrô de Belo Horizonte e na duplicação da BR-381, conhecida com a “rodovia da morte”, gerida pelo Departamento Nacional de Trânsito (Dnit). Ele lembrou que nos últimos oito anos, por inúmeras vezes, o Governo de Minas propôs à União a gestão compartilhada do metrô da capital, além da estadualização das rodovias federais.

“Na realidade, faltou vontade política ao Governo Federal, que tem os recursos financeiros para isso, e é o responsável por essas grandes obras. Não foi uma, nem duas, foram inúmeras vezes que o Governo do Estado e a bancada federal de Minas apresentaram ao Governo Federal propostas tanto para o metrô, como para duplicação da BR-381, que é fundamental. Acho até que a obra mais importante da União em Minas é a duplicação até Governador Valadares”, disse Anastasia.

Ouça
Entrevista do governador Antonio Anastasia ao MGTV 2ª edição – Rede Globo Minas    

 

Leia
Transcrição da entrevista do governador Antonio Anastasia – MGTV – Rede Globo Minas
Transcrição da entrevista do governador Antonio Anastasia (antes do MGTV)  

 

Confira
Anastasia fala aos eleitores mineiros a partir de amanhã no rádio e na TV