Você está em:
IMPRIMIR

PSDB de Minas Gerais cria o Tucanafro

3 de abril de 2013

PSDB de Minas Gerais promove, no dia 13 de abril, o 1º Encontro Estadual da Militância Negra do Partido da Social Democracia Brasileira. O encontro acontece no Teatro da Assembleia Legislativa, às 9h30, e servirá para o lançamento em Minas da coordenação provisória de mais um secretariado a ser criado pelo PSDB: o da Militância Negra – Tucanafro.

O novo secretariado deve ser criado durante Convenção Nacional do PSDB, que será realizada em Brasília, no dia 19 de maio. Atualmente, o núcleo da militância negra tucana atua em 14 estados. O primeiro foi criado em São Paulo, há dez anos. Ele vem juntar-se ao PSDB Jovem, ao PSDB Mulher e ao PSDB Sindical, criado há pouco mais de um ano.

“Com a criação do secretariado, a militância negra terá no PSDB um parceiro na construção e implementação de políticas afirmativas específicas para o segmento da população negra. Nossa participação contribuirá de forma decisiva para ampliar e enriquecer a atuação do partido no enfrentamento ao racismo por meio de ações afirmativas, reconhecimento e valorização da população negra”, explicou o coordenador do Tucanafro em Minas Gerais, Juvenal Araújo.

O coordenador informou que a meta do secretariado será eleger militantes negros para participar ativamente do processo político. “Mais da metade da população brasileira é composta de negros, mas sua representação política é mínima. O Tucanafro terá papel fundamental no rompimento do atual sistema político brasileiro, historicamente elitista e excludente”, afirma.

PSDB e o combate ao racismo

De acordo com Juvenal Araújo, o PSDB no Brasil e em Minas foi o responsável pela institucionalização da política de combate ao racismo e da promoção de ações afirmativas e de apoio às comunidades quilombolas. “Desde sua criação, o partido tem honrado o compromisso de promover e defender os princípios democráticos fundamentais e rejeitar qualquer tipo de discriminação. Agora, com a criação do Secretariado da Militância Negra, o PSDB dá um importante passo no combate ao racismo por meio da inclusão das questões raciais no seu programa partidário”, afirmou.

Ele lembrou ainda que foi em 2001, quando o senador Aécio Neves presidia a Câmara dos Deputados, que foi instalada naquela Casa a Comissão Especial do Estatuto da Igualdade Racial. “Foi também na primeira administração do então governador Aécio Neves, em 2004, que foi estabelecido o sistema de cotas na Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg) e na Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). E, ainda, foram realizadas no Estado as 1ª e 2ª Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que resultaram na criação do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial, em 2009”, explicou o coordenador mineiro do Tucanafro.

No governo de Antonio Anastasia, as políticas públicas de combate ao racismo em Minas continuaram e foram incrementadas através do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial, e pela criação da Coordenadora Especial de Políticas Pró-Igualdade Racial na estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese).


I Encontro Estadual da Militância Negra do Partido da Social Democracia Brasileira

Data: 13 de abril
Horário: 9h30
Local: Teatro da Assembleia – ALMG (Rua Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho – BH)
Mais informações: Juvenal Araújo (31) 9565-1919