Você está em:
IMPRIMIR

PSDB articula criação de secretariado nacional de negros e negras

18 de janeiro de 2013

Capitais do nordeste são as primeiras a receber comissão de mobilização

 

Juvenal Araújo e a deputada Teresinha Nunes (PSDB-PE) durante reunião da comissão para criação do Secretariado de Negros e Negras do PSDB, em Recife

Em 2013, o PSDB dá mais um passo rumo à democratização da participação popular na esfera política. Tucanos se mobilizaram para criar o Secretariado Nacional de Negros e Negras do PSDB. O chamado “Tucanafro” terá o objetivo de fomentar, dentro do partido, um segmento de enfrentamento à segregação e ao preconceito racial. A ideia foi concebida durante uma reunião com o presidente nacional e o secretário-geral da sigla, os deputados federais Sérgio Guerra (PE) e Rodrigo de Castro (MG), em abril do ano passado.

Em artigo publicado no portal do PSDB Nacional, o secretário-geral do partido no Espírito Santo, Ruy Gonçalves, salienta a importância do projeto.

“A reflexão dos tucanos que militam no Movimento Negro nos diversos estados da Federação é unânime em afirmar que alguns passos consistentes precisam ser dados na direção de uma nova postura pública do partido em relação ao tema”, escreve. “Em um momento em que o PSDB parte para se inserir nos mais diversos setores dos movimentos sociais organizados, onde acertadamente reforça o trabalho com as mulheres, os jovens e o Movimento Sindical, nada mais natural que garantir neste âmbito o debate e a estruturação do Movimento Negro Tucano”, opina.

Uma comissão criada para a tarefa inclui integrantes do PSDB de São Paulo e Rio Grande do Sul, que já têm secretariados locais, além de militantes de Espírito Santo, Minas Gerais e Piauí. O passo inicial é percorrer o país, visitando os diretórios estaduais para conscientizar e mobilizar os militantes acerca da importância do tema.

“Nesta primeira etapa dos trabalhos, percebemos que já havia uma movimentação dos militantes locais neste sentido, de garantir a presença dos negros nas diversas esferas do PSDB. O que faltava era um elo para se comunicar com outros estados”, diz Juvenal Araújo, representante da coordenação nacional para a criação do Secretariado em Minas Gerais.

Militantes do partido após reunião do secretariado realizada em Maceió

Capitais do Nordeste foram as primeiras a receber a visita da comissão. A primeira reunião aconteceu no dia 08 de janeiro, em Recife (PE), com a presença da deputada estadual Terezinha Nunes, que enfatizou a importância da criação do movimento. No dia 10, foi a vez de Maceió (AL). Dezenas de militantes prestigiaram o evento, além do presidente do partido no estado, Claudionor Araújo, que definiu o projeto como uma prioridade para 2013. Já no dia 11 de janeiro, a capital visitada foi Aracaju (SE). O evento teve a participação do presidente estadual da sigla Roberto Fontes de Góes e do vice-prefeito da capital, o tucano José Carlos Machado. “É um dia histórico para o PSDB aqui em Sergipe”, destacou Anna Marilia Paiva, integrante da juventude estudantil de Aracaju.

As próximas cidades a receber os representantes do movimento são Teresina (PI), São Luís (MA) e Fortaleza (CE). O objetivo é que os secretariados estaduais estejam estruturados até maio deste ano, quando acontece o Congresso Nacional do PSDB.

“Estamos apenas dando o primeiro passo para aquilo que classificamos como fundamental dentro das estruturas do PSDB, que é a participação dos segmentos nas discussões de interesse da sociedade”, finaliza Juvenal Araújo.

 

Fonte: Agência Tucana