Você está em:
IMPRIMIR

Tucana Luislinda Valois toma posse como nova ministra dos Direitos Humanos

6 de fevereiro de 2017

luislinda

O presidente da República Michel Temer deu posse, nesta sexta-feira (03/02), em cerimônia no Palácio do Planalto, a três novos ministros de seu governo, entre eles os tucanos Antonio Imbassahy, que assume a Secretaria de Governo, e a desembargadora Luislinda Valois, que vai comandar o recém-criado Ministério de Direitos Humanos. O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, do PSDB, também foi empossado, já que a pasta sob seu comando ganhou novas atribuições, passando a se chamar Ministério da Justiça e da Segurança Pública.

Durante o evento, Michel Temer afirmou que o Ministério dos Direitos Humanos foi recriado pois seu tema ultrapassou “as fronteiras de cada país” e aflige a todos em âmbito nacional e internacional, seja pela questão dos direitos das minorias ou pela situação dos refugiados de guerra. “Por isso que resolvemos recuperar o ministério com o título Direitos Humanos, para onde trouxemos a desembargadora Luislinda Valois”, disse.

O presidente também elogiou a atuação de Luislinda como secretária especial de Promoção da Igualdade Racial e como desembargadora do Tribunal de Justiça na Bahia. Para Temer, a nova pasta será “amparada” no extenso currículo da tucana.

“Traz já sua experiência como secretária de igualdade racial e para cá trouxemos todas aquelas atividades pertinentes à cidadania, como a igualdade racial, a questão dos portadores de deficiência, da criança e do adolescente e dos idosos”, destacou.

Projetos

luislinda

A nova ministra agradeceu a confiança do governo federal em seu nome e garantiu que vai trabalhar para que os direitos humanos sejam uma prioridade da atual gestão. “Gosto de trabalhar sempre com projeto elencado, bem planejado, para nós chegamos a bom termo. Por isso o presidente Temer disse que os meus projetos na Bahia são exitosos, mas é porque eu trabalho dessa forma”, ressaltou.

Luislinda acrescentou que o próximo passo é reunir a equipe do ministério para que possam se situar das necessidades do setor e colocar novas políticas públicas em prática. “Pretendo cumprir a minha missão, não decepcionar o presidente da República porque a confiança que ele colocou nas minhas mãos tem que ser respeitada”, considerou.

“Vou me dedicar, me debruçar, vou estudar, pesquisar para dar o melhor de mim. Tenho uma equipe na Seppir muito boa, e tenho certeza que esta equipe continuará ao meu lado, me ajudando, criando, discutindo, trocando ideias para o sucesso deste novo encargo que o presidente passou às minhas mãos”, completou a tucana.

Fonte: PSDB

Leia também:

Aécio Neves se reúne com presidente da Câmara dos Deputados e participa de posse de novos ministros

Deputado tucano vai comandar a Secretaria de Governo da Presidência da República

Desembargadora Luislinda Valois é a nova ministra dos Direitos Humanos