Você está em:
IMPRIMIR

Inovação e interação marcam os 21 anos do PSDB-Mulher

20 de maio de 2020

PSDB-Mulher chega à maioridade em um cenário novo, não só no Brasil, como no mundo, por conta da pandemia do coronavírus. As medidas de isolamento social impostas pelas circunstâncias impuseram mudanças radicais à rotina do dia-a-dia. Com a ajuda da tecnologia e a determinação da presidente nacional do segmento, Yeda Crusius, as tucanas definiram estratégias para seguir trabalhando, capacitando novas lideranças e levando adiante a luta em favor da ampliação da presença feminina nos espaços de poder.

Neste ano, a meta é aumentar o número de mulheres eleitas para prefeituras e Câmaras Municipais. Para isso, houve rápida adaptação à nova realidade. Na semana em que o PSDB-Mulher completa 21 anos de criação,  o segmento passa a oferecer cursos 100% online para a capacitação das pré-candidatas tucanas.

Em parceria com a Fundação Konrad Adenauer (KAS), o PSDB-Mulher deu início ao curso “A Tecnologia como Ferramenta da Democracia”, que numa primeira etapa permitirá a interação com os palestrantes de seis módulos destinados à representantes das cinco regiões do país, preparando 100 pré-candidatas. A meta é atingir as cerca de 10 mil tucanas que deverão disputar as eleições municipais deste ano.

PSDB Brasileiras
Nesta quarta-feira (20/05), também para marcar seus 21 anos, o PSDB-Mulher realizou a quinta edição do painel PSDB Brasileiras. Sob o comando de Yeda Crusius, o debate contou com a participação de outras três presidentes do segmento ao longo de sua história: Marisa SerranoThelma de Oliveira e Solange Jurema.

O debate foi transmitido pelo canal do PSDB-Mulher no Youtube.

Confira!