Você está em:
IMPRIMIR

Deputado tucano do Distrito Federal incentiva contratação de jovens aprendizes em órgãos públicos

15 de Fevereiro de 2018

Segundo o deputado do Distrito Federal, os adolescentes enfrentam um período difícil e muitos não conseguem completar os estudos e se inserir no mercado de trabalho

O deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF) apresentou indicação sugerindo a instituição da aprendizagem na administração pública direta, autárquica e fundacional. O tucano justifica que, além das empresas privadas, o Poder Público deve alocar aprendizes em seus quadros para capacitar os jovens em diferentes funções.

Segundo o deputado, os adolescentes enfrentam um período difícil no país. Muitos não conseguem completar os estudos e se inserir no mercado de trabalho. “Isso compromete irremediavelmente o futuro do país, que precisa desesperadamente de jovens qualificados para alavancar a retomada de seu crescimento econômico”, afirma.

Izalci ressalta a histórica necessidade de mão de obra qualificada no Brasil. Na avaliação dele, o incremento da aprendizagem nos órgãos públicos pode reduzir o problema ao preparar os jovens para o mercado. A iniciativa também fará diferença no desemprego: dados do IBGE indicam que a taxa de desocupação de jovens de 18 a 24 anos é de 26,5%, acima da média total de 12,4%.

O tucano detalhou as diretrizes para a instituição da aprendizagem no Poder Público. As entidades deverão manter aprendizes entre 14 e 24 anos, salvo o jovem com deficiência, que poderá ficar até os 29 anos. As vagas serão destinadas aos adolescentes mais vulneráveis do ponto de vista socioeconômico, com prioridade para aqueles afastados do trabalho infantil, bem como para os usuários do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo

O contrato do aprendiz terá prazo máximo de três anos e ele desenvolverá as atividades sob supervisão de servidor efetivo do órgão.

Fonte: PSDB na Câmara