Você está em:
IMPRIMIR

“PSDB nasceu como partido da esperança. Hoje somos o partido da mudança”

19 de dezembro de 2012

Artigo do Secretário Nacional de Juventude do PSDB,  Wesley Goggi


A juventude é o momento da existência de plenitude de recursos criativos, o que inclui um imenso potencial de mudança. O fato do jovem ainda não estar completamente inserido na estrutura do poder o faz um crítico feroz e um perfeito agente de transformação, capaz de construir o novo.

O PSDB surgiu inspirado em cinco valores fundamentais?

1) a democracia participativa e pluralista;
2) a inconformidade com a injustiça social;
3) a insubstituível função diretora do Estado;
4) o federalismo, como descentralização de poderes, em termos administrativos de orçamento;
5) o pluralismo e a ética da solidariedade.

O valor que trata a verdadeira fisionomia do PSDB é a ética, pois ele nasceu como o Partido dos que disseram: “Basta!”

Embora nossa democracia esteja com governos envolvidos em práticas de fraudes, desvios de verbas públicas e corrupção administrativa. Um político ser honesto é obrigação; não virtude. O julgamento do mensalão, a “Operação Porto Seguro”, e a rapidez que as informações são propagadas nas redes sociais, demonstram que a população não aceita ser enganada.

É impensável que os mandatos legislativos e executivos, exercidos em nome do povo, por representação, sejam denegridos ou usurpados para proveito de grupos e indivíduos.

Como seres políticos, devemos ter um compromisso com a verdade, repudiando a demagogia e o acobertamento de atos públicos reprováveis. Temos que governar e administrar com transparência; legislar e debater colocando interesses coletivos acima dos interesses eleitorais, e as metas de longo prazo acima dos “benefícios” políticos, pessoais ou grupais momentâneos.

Ética e o repúdio a toda e qualquer forma de violação dos direitos humanos e um profundo compromisso com a lei, a justiça, o Estado de Direito, a solidariedade, o respeito à dignidade humana e aos direitos das minorias.

Ética política é compromisso ideológico. Nós tucanos temos compromisso com a ideologia social-democrata, que visa acabar com a miséria, o desemprego, todas as formas de exclusão social e reduzir as desigualdades inadmissíveis. A pobreza não é uma fatalidade histórica e sim um desafio a enfrentar. Impossível compactuar com programas econômicos que penalizem os interesses sociais. Sanear as finanças públicas a custa do sacrifício dos mais pobres é inaceitável. A globalização não pode transformar o mundo num mercado regido pela lei do mais forte. Cabe ao Estado impedir isso.

O PSDB nasceu como um partido de quadros, dado a altíssima qualidade de seus líderes-fundadores. Mas precisa continuar trabalhando para tornar-se um partido de massas, dada sua sintonia com os anseios populares e sua capacidade de mobilizar amplos setores da sociedade.

O PSDB nasceu como o partido da esperança, mas graças ao trabalho de seus militantes e sua liderança, tornou-se hoje o partido da presença, do futuro tornado realidade no presente. É com orgulho que participamos e temos contribuído para o crescimento e a consolidação do partido.

Os instrumentos de política podem e devem mudar, mas os valores da socialdemocracia devem continuar sendo os orientadores da ação política. A ênfase na igualdade e na solidariedade é o que continuará a distingui-la de todas as formas de conservadorismo. As políticas podem evoluir, mas os valores continuam os mesmos.

Hoje o PSDB precisa ser mais do que o partido da mudança, aquele que promoveu a Reforma do Estado; mais do que o partido da estabilidade, aquele que acabou com a inflação; mais do que o partido da justiça social, aquele que resgatou parte da nossa dívida social. Esse é o desafio colocado para todos nós.

 

Fonte: Agência Tucana