Você está em:
IMPRIMIR

Subcomissão sugerida por Domingos Sávio vai acompanhar privatização da Eletrobras

6 de novembro de 2017

Por sugestão do deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) (foto), a Comissão de Minas e Energia da Câmara vai formar uma subcomissão especial para debater os aspectos relacionados à privatização da Eletrobras e os seus desdobramentos. O pedido do tucano foi aprovado pelo colegiado na última semana.

O parlamentar lembra que no mês de agosto o governo federal anunciou a decisão de privatizar a Eletrobras. A empresa é formada por 233 usinas de geração, dentre as quais Furnas, Eletronorte, Eletrosul, Chesf e CGTEE, além da Eletronuclear e diversas distribuidoras situadas nas regiões Norte e Nordeste do país, estas de situação financeira e operacional extremamente frágil.

Domingos Sávio justifica a criação da subcomissão, ao ressaltar que há muitas dúvidas acerca do processo de privatização que precisam ser melhor discutidas e avaliadas, considerando a necessidade de abordar a futura e preocupante situação dos empregados da estatal e considerando que a modelagem escolhida pelo governo pode não ser a mais apropriada para os interesses do setor elétrico e do país.

A subcomissão terá a função de discutir, colher informações, analisar e debater o processo de privatização da estatal, que, segundo o deputado, possui uma dívida de mais de R$ 40 bilhões. “O governo acena com ganhos de eficiência, mas o processo ganha destaque pelo baixo potencial de arrecadação em função de uma avaliação de apenas R$ 20 bilhões pelo ‘pacote fechado’ de todos os ativos da estatal. Vale ressaltar que, se o modelo idealizado fosse o ‘fatiado’, como ocorrido em outras privatizações do setor elétrico, certamente o valor de unidades de geração agregaria muito mais valor ao total a ser apurado”, avalia o tucano.

A formação da subcomissão foi aprovada por unanimidade. A composição do colegiado ainda não foi anunciada.

Fonte: PSDB na Câmara