Você está em:
IMPRIMIR

Seminário “Turismo no Doce Vale” propõe desenvolver o turismo com a união de municípios

13 de junho de 2019

O turismo é uma grande ferramenta para as cidades serem reconhecidas por seus potenciais, geram novos negócios, empregos e fomenta a economia. Pensando nisso aconteceu na última terça-feira (11), na Fadivale, o seminário “Turismo no Doce Vale”, que discutiu a regionalização e políticas públicas de turismo da região Rio Doce. Organizado pela Empresa de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas (EDERSUL), em parceria com o Circuito Trilhas do Rio Doce, o seminário teve apoio da Prefeitura por meio da Secretaria de Desenvolvimento (SMDE) e municípios da região que integram o mapa do turismo. O evento contou com a presença de 40 representantes de cidades que compõem o Circuito Trilhas do Rio Doce.

A presidente do Circuito Turístico Trilhas do Rio Doce e gestora do evento, Roberta Andrade Carvalho, explicou a importância do turismo para a região do Rio Doce. “O turismo e mola propulsora da região. Regionalizar o turismo é pensar de forma articulada, em arranjos setoriais e regionais, integrando os municípios”.

O superintendente da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Lincoln Raydan, apresentou durante o seminário um novo conceito em construção civil e a proposta de implantação de um Centro de Referência em Pavimentação Urbana em Valadares. Ainda participaram do seminário o Roberto Fagundes, do Conselho Nacional e Estadual do Turismo e o presidente do Sindicato de Turismo de Minas Gerais, José Eugênio Aguiar.

Evaldo Vilela, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), que participou do seminário por videoconferência, destacou que os municípios devem investir na educação e no desenvolvimento para qualidade de vida a população. “O grande desafio no Brasil é combater as desigualdades. Só a educação é capaz de transformar, com o desenvolvimento entre regiões e países; a ciência, o conhecimento e a tecnologia. A gente pensa que uma fabrica ali, outra aqui vai resolver o problema de qualidade de vida. Não vai. Precisamos do conhecimento e desenvolvimento, que estão nas universidades, de investimento das prefeituras e do poder público. Nós temos competência, talento em nossas universidades e podemos buscar conhecimento e recursos aqui no Brasil”.

Para o Prefeito André Merlo, o turismo tem potencial em Valadares e pode proporcionar mais empregos à população. “Nossa região é carente de emprego. Depois da construção civil, o turismo é o setor mais fácil de empregar e para gerar emprego são necessários empresários, empreendedores para arriscar seu capital. Estamos fazendo nossa parte. Como faz turismo sem aeroporto? Já demos ordem de serviço de R$ 36 milhões para o novo terminal. Estamos tentando abrir as portas para que os empresários sintam seguros para investir”.

Resultado do encontro

No final do seminário foram apresentados os protocolos de intensão de projetos que a Empresa de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas (EDERSUL) pretende realizar em Valadares.

Um deles é voltado para a área educacional, em parceria com as escolas municipais. Ela é direcionada às escolas públicas da rede municipal de ensino de Valadares, com o objetivo de prover as escolas públicas da rede municipal de ensino do Município com recursos para implantação do Núcleo de Inovação, Ciência e Tecnologia, que desenvolverá, em parceria com a Secretaria da Educação e outras instituições, estudos e projetos nas áreas: mobilidade, acessibilidade, cursos na área de construção civil, informática, inclusão digital, empreendedorismo, sustentabilidade, energia renovável e integração social com a comunidade.

Segundo Brás Pagani, presidente da EDERSUL, “a criação de uma escola técnica em Valadares, através da plataforma, contemplará todos os municípios com cursos gratuitos a comunidade. Estamos fazendo um projeto preferencial, para se tornar um multiplicador. Vamos definir outros pontos em conjunto para replicar em outros municípios para nos fortalecer”.

Ainda foi apresentado o Centro de Referência em Infraestrutura Urbana (CRIURB), que pretende promover o desenvolvimento da infraestrutura urbana das cidades da região, tendo como identificadores e promotores a EDERSUL, ABCP e Prefeitura. Serão convidados como parceiros e apoiadores institucionais, o SEBRAE/MG, FAPEMIG, FIEMG/SENAI e Universidades da Região.

“O encontro foi ótimo. Discutimos novos métodos construtivos, o turismo em suas várias frentes. Agora é trabalhar para colocar os protocolos de intenções em prática, tirá-los do papel e, assim, favorecer o desenvolvimento de Valadares e região”, disse o secretário de Desenvolvimento, Alcyr Nascimento Júnior.