Você está em:
IMPRIMIR

Prefeitura de Poços de Caldas entrega obra em cerimônia com intérprete de Libras

6 de agosto de 2019

Foi realizada, na última sexta-feira (2), a solenidade de entrega das obras de reforma e revitalização do Centro de Educação Infantil Municipal Professor Juemil Lorenzotti, no bairro Santa Maria. A Prefeitura investiu aproximadamente R$ 300 mil na unidade. Toda a cerimônia contou com interpretação em Língua Brasileira de Sinais (Libras), em parceria com o Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado Dr. Tarso de Coimbra, que atende estudantes surdos e com deficiência auditiva do município.

Os serviços tiveram início no segundo semestre do ano passado. A creche teve diversas áreas revitalizadas, com intervenções na cozinha, refeitório e na área destinada ao banho dos bebês. Os três prédios estão com nova pintura e tiveram o telhado trocado. Também foram realizadas adaptações, com a colocação de grades de proteção e rampas na área de recreação. “Já realizamos intervenções em várias unidades e vamos continuar revitalizando os espaços de educação em toda a cidade, oferecendo locais dignos para nossas crianças”, destacou o prefeito Sérgio Azevedo.

Prefeito Sérgio Azevedo destacou que a administração vem fazendo diversas intervenções nos espaços escolares

A secretária municipal de Educação, Flávia Vivaldi, agradeceu ao prefeito Sérgio Azevedo e à equipe da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Públicas e enfatizou a participação efetiva da comunidade escolar em todo o processo.A solenidade contou com a apresentação da história musicada “O grande rabanete” pelas crianças da unidade e com o trio pé de serra experimental “Égua Sansara”. O CEI atende atualmente 110 alunos, entre quatro meses e cinco anos de idade. “A palavra que poderia representar o que nós todos estamos sentindo é gratidão pela união de todos nós, comunidade, Prefeitura, secretaria e pela equipe do Juemil. Foram grandes lutas, mas valeu a pena”, ressaltou a coordenadora da unidade, Márcia de Moraes Diniz.

“Gostaríamos de agradecer por todas as melhorias feitas no prédio e pela atenção dada a nós desde o momento em que chamamos o prefeito aqui pela primeira vez para mostrar as condições em que a unidade estava e, prontamente, ele disse que iria nos atender”, disse Michele Pires, em nome das famílias dos alunos.

Comunidade participou da solenidade de entrega das obras

Libras
A partir de agora, em iniciativa conjunta das secretarias municipais de Educação e Comunicação Social, os eventos oficiais da Prefeitura contarão com intérprete de Libras, proporcionando a inclusão do público surdo, em parceria com o Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado Dr. Tarso de Coimbra, que completa 60 anos em 2019.

Na solenidade de entrega das obras do Centro de Educação Infantil Municipal Professor Juemil Lorenzotti, a intérprete foi a pedagoga Fabiana Scassiotti Fernandes Solia, coordenadora da Tarso de Coimbra. Hoje, a escola conta com 42 estudantes surdos e com deficiência auditiva, oferecendo atendimento educacional especializado, de forma não substitutiva à escolarização, no contraturno escolar.

“Essa é mais ação que faz parte do nosso projeto de inclusão. Já fizemos várias rampas de acessibilidade em toda a cidade e estamos instalando brinquedos acessíveis nos parquinhos infantis, entre outras ações. Aproveito para agradecer a Escola Dr. Tarso de Coimbra pela parceria neste projeto e as secretarias de Educação e Comunicação pela iniciativa”, afirmou o prefeito Sérgio Azevedo.

Foram investidos aproximadamente R$ 300 mil nas obras


História

Para contar a história do Centro Municipal de Educação Infantil Juemil Lorenzotti é necessário falar de duas unidades escolares – O CMAE Prof. Juemil Lorenzotti e a Creche Santa Maria, inaugurados em 1985. O CEMAE Prof. Juemil Lorenzotti, no bairro Santa Augusta, atendia alunos de 4 a 6 anos, em regime de meio período. Já a Creche Santa Maria, no bairro Santa Maria, atendia crianças de 0 a 6 anos em período integral. As duas unidades funcionavam em casas alugadas e adaptadas para o atendimento. Em 1993, a Creche Santa Maria foi transferida para as instalações da fábrica de doces, projeto do governo estadual que não teve continuidade, mediante algumas adaptações. Já o CEMAE Juemil Lorenzotti manteve o atendimento até 2005, com as atividades encerradas oficialmente em 2006. Tomando conhecimento do fato, a família do professor Juemil Lorenzotti entrou com pedido na Secretaria Municipal de Educação para que outra unidade escolar tivesse seu nome. A administração municipal escolheu a Creche Santa Maria para receber a denominação, permanecendo a homenagem ao ilustre professor. Na solenidade de entrega das obras de reforma, a família foi representada por Kelson Lorenzotti Fogarolli
.