Você está em:
IMPRIMIR

Prefeitura de Coronel Fabriciano promove campanha de conscientização e prevenção à Aids

9 de fevereiro de 2018

A Secretaria de Saúde vai realizar atividades educacionais nas unidades de saúde, blitz em locais estratégicos e descentralizar os locais para o teste rápido de HIV

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promove neste período de carnaval uma campanha de conscientização e prevenção à AIDS e ISTs, Infecções Sexualmente Transmissíveis. Com o tema “Quem vê cara não vê AIDS” a secretaria vai realizar atividades educacionais nas unidades de saúde, blitz em locais estratégicos e descentralizar os locais para o teste rápido de HIV.

De acordo com Gerente de Atenção Especializada, Ilrisnett de Souza, a descentralização dos testes para detecção precoce de AIDS, Hepatites e outras ISTs é importante para que toda a população tenha acesso aos exames mais próximo da sua residência. “A partir de agora as pessoas vão ter acesso a esse exame na unidade de saúde mais próxima de casa, com isso vai ser possível detectar maior número de casos para tratamento imediato”, finaliza.

A detecção precoce das doenças é de extrema importância para o tratamento do paciente, proporcionando o prolongamento da vida e oferecendo melhor qualidade ao cotidiano do paciente. Além disso, pode quebrar a cadeia de transmissão, ou seja, ao realizar o teste e constatar que é portador do vírus, o paciente poderá se proteger para não infectar outras pessoas.

O HIV, vírus da Aids, pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e pelo leite materno. Serão disponibilizados nas unidades de saúde preservativos gratuitos e folhetos informativos sobre os métodos de prevenção e esclarecimentos sobre como as ISTs podem ser transmitidas.

Avanço entre jovens

A epidemia de HIV/Aids no Brasil é considerada estabilizada, mas vem avançado entre os jovens de 15 a 19 anos. De acordo com Laboratório de Pesquisa Clínica em IST e AIDS do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), atualmente, cerca de 827 mil pessoas vivem com o HIV no país, e aproximadamente 112 mil brasileiros têm o vírus, mas não sabem. Os casos de Sífilis não são diferentes, de acordo com o Ministério da Saúde, em 2016 o aumento de casos em gestantes e bebes subiu 14,7% em relação a 2015, passando de 32.561 para 37.436.

Para atender aos pacientes, o Núcleo Especializado em Programa de Saúde, NEPS, de Fabriciano, oferta programas de saúde como o Programa de IST, AIDS e Hepatites Virais, que funciona de 7h as 13h de segunda a sexta; Programa de Tuberculose e Hanseníase, com atendimentos de 12h as 18h de segunda a sexta; Programa Pré-Natal alto risco; Serviço SAE- Tratamento ao portador de HIV e Sífilis e o Centro de Testagem e Acompanhamento, CTA, que realiza os testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatite B e C. Além dos testes de HIV que podem ser realizados nas unidades de saúde de cada bairro.

Locais para o teste de HIV

Ubs Mangueiras – sexta-feira – tarde – 13:00 às 15:00

Ubs Santa Terezinha – sexta-feira – manhã – 08:00 às 10:00

Ubs JK – quinta-feira – manhã – 09:00 às 11:00

Ubs São Domingos – sexta-feira – tarde – 13:00 às 15:00

Ubs Recanto Verde – quinta-feira – tarde – 14:00 às 16:00

Ubs Santa Cruz – terça-feira – manhã – 08:00 às 10:00

Ubs Floresta – sexta-feira – tarde – 13:00 às 15:00

Ubs Vocais – sexta-feira – manhã 09:00 às 10:00

NEPS – Núcleo de Especialidades e Programas de Saúde – segunda, quarta e sexta feira – manhã – 8:00 às 10:00

Veja o folheto que está sendo distribuído