Você está em:
IMPRIMIR

Prefeito de Fabriciano busca fortalecimento dos gestores regionais durante encontro da AMM

9 de novembro de 2017

O prefeito de Coronel Fabriciano participou da 8ª edição do projeto de interiorização “AMM nos Municípios – Encontro nas Macrorregiões”, realizado em Ipatinga, no Vale do Aço

Prefeitos, servidores públicos, parlamentares dentre outras lideranças regionais participaram, nesta quinta-feira (09/11), da oitava edição do projeto de interiorização “AMM nos Municípios – Encontro nas Macrorregiões”. O evento foi realizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM) no auditório da Faculdade de Direito de Ipatinga (FADIPA), e discutiu dentre vários assuntos, a política local e conhecimento sobre os principais aspectos da administração pública, além da atual situação dos municípios mineiros e a transferência simbólica da sede administrativa da AMM para Ipatinga.

O prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinicius (PSDB), vice-presidente da AMM, reforçou a importância de descentralizar a associação para mais perto dos gestores regionais. “Este pleito, foi uma pauta minha de campanha quando disputava as previas da associação. Eu e o presidente Julvan Lacerda, chegamos a um consenso que a associação deveria estar mais perto dos prefeitos para assim escutarmos as demandas dos municípios e também apontar algumas soluções”, disse.

O presidente da AMM, e prefeito da cidade de Moema, Julvan Lacerda destacou o trabalho que a associação vem desenvolvendo com o objetivo de fortalecer e qualificar os gestores locais. “Estamos construindo uma bandeira do municipalismo que a AMM vai levantar em nível estadual e até nacional. Nós ouvimos as necessidades, fazemos um acordo e construímos uma política institucional”, frisou.

Marcha

Outra pauta importante discutida durante o encontro foi uma nova Marcha à Brasília que está sendo organizada pela AMM. A ação está prevista para o dia 22 de novembro, quando os prefeitos, vices, vereadores e demais lideranças prometem uma grande mobilização na capital federal. O objetivo é mostrar ao governo Federal as dificuldades dos municípios.

Segundo o prefeito Dr. Marcos Vinicius umas das principais dificuldades que as prefeituras vem enfrentando é a falta de dinheiro para o pagamento do 13º salário salario. “Estamos mostrando para o governo federal que se nos não sentarmos e conversarmos mais de 70% dos municípios de Minas Gerais não terão condições de pagar o abono salarial para seus servidores”, explicou.