Você está em:
IMPRIMIR

Prefeitura de Fabriciano apresenta aos moradores projeto que levará mega investimento para cidade

30 de outubro de 2017

O prefeito, Dr. Marcos Vinicius, durante apresentação aos moradores; ele se empenhou pessoalmente na liberação do projeto com a expectativa de gerar empregos e renda

A prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança Urbana, Planejamento e Meio Ambiente, apresentou nesse sábado (28/10) aos moradores dos bairros Novo Reno, Caladinho, Santa Cruz e Silvio Pereira II, o projeto de Operação Urbana Consorciada da Avenida Manaain, que consiste em uma série de ações compartilhadas entre o município e os investidores responsáveis pelo megaprojeto imobiliário planejado para a região. Um shopping e um condomínio serão construídos.

O projeto busca promover a habitação com inclusão social, desenvolvimento urbano, preservação e recuperação do meio ambiente em uma área de aproximadamente 900.000 m².

O consultor Beto Caldeira explicou a moradores e empresários a necessidade da operação, que é prevista no plano diretor da cidade. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 150 milhões, o que deve causar impactos ambientais, estruturais e sociais, segundo o consultor.

O prefeito, Dr. Marcos Vinicius (PSDB), se empenhou pessoalmente na liberação do projeto com a expectativa de gerar empregos e renda. “O crescimento desordenado ao longo dos anos e as ocupações irregulares geraram uma série de demandas de infraestrutura, como falta de rede de esgoto e energia elétrica e agora precisam ser atendidas”, disse.

Algumas medidas compensatórias estão garantidas no plano de ação, como o trevo da Avenida Tancredo Neves e a implantação de uma Área de Preservação Permanente, APP, incluindo a lagoa existente no local. A região é apontada como novo vetor para o desenvolvimento. A prefeitura planeja construir na região uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, e um centro administrativo.

Morador do bairro Silvio Pereira II há 19 anos, José dos Santos, disse que havia a preocupação dos moradores com o futuro do local. “Nosso medo era de ter uma invasão, mas a prefeitura veio e apresentou a obra.”, disse.

Nesta terça-feira (31/10), o projeto será apresentado aos vereadores durante a audiência pública.