fotos
Você está em:
IMPRIMIR

Pimenta recebe apoio do segmento da cultura

28 de agosto de 2014

pimenta-da-veiga-area-cultura-e1409264671115

Em mais uma importante manifestação de apoio às candidaturas da Coligação Todos por Minas, centenas de representantes do segmento da cultura se reuniram, na manhã desta quinta-feira (28/08), em Belo Horizonte, com o candidato a governador Pimenta da Veiga e com o candidato a senador Antonio Anastasia.

Participaram do encontro mais de 300 pessoas, entre artistas plásticos, escritores, poetas, produtores culturais, atores de teatro, músicos, entre outras personalidades ligadas ao segmento cultural mineiro.

Durante o encontro, Pimenta afirmou que vai fortalecer as produções culturais, em todas as suas diversidades, para potencializar as peculiaridades de cada região do Estado. “Minas tem atrações culturais extraordinárias, mas o que vamos desenvolver é o conteúdo local, isso é o que vai fazer com que a atividade cultural em Minas se desenvolva ainda mais. A cultura é uma atividade geradora de trabalho e renda, que continuará recebendo grande apoio do Governo do Estado, para que, cada vez mais, seja uma marca da história mineira”, disse.

Presente ao encontro, o presidente do Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas (Sinparc), Rômulo Duque, manifestou seu apoio a Pimenta e enalteceu os avanços conquistados na área cultural nos últimos anos. “O setor recebeu incentivos importantes, como nunca se viu em Minas. A força cultural do nosso Estado ficou ainda mais vigorosa. Estou certo de que Pimenta é o líder ideal para conduzir esses avanços. Ele é homem de diálogo, é o mais preparado. A cultura tem muito a ganhar com a vitória de Pimenta”, disse Rômulo.

O posicionamento do presidente do Sinparc foi corroborado pelo artista plástico Fernando Pacheco. Para ele, Pimenta possui a sensibilidade necessária para fortalecer o setor. “Minas tem enorme vocação cultural, Belo Horizonte respira cultura. Isso precisa ser fomentado ao máximo. Para isso, precisamos de um gestor como Pimenta”, afirmou Pacheco após o encontro, realizado na casa do ex-deputado e ex-vereador João Pinto Ribeiro, no bairro Mangabeiras. Empresários, professores e advogados também participaram do evento.

Diante do apoio recebido, Pimenta destacou algumas das ações realizadas no setor nos últimos anos. Desde 2012, o Governo de Minas criou cinco museus e, neste ano, mais dois serão inaugurados. Outra grande iniciativa foi a implantação do maior complexo cultural do Brasil: o Circuito Cultural Praça da Liberdade, que já recebeu, desde 2010, mais de 2,5 milhões de visitantes. Além disso, em 2015 será concluída a implantação da Estação da Cultura Presidente Itamar Franco, que será a nova sede da Orquestra Filarmônica.

Para proteger o patrimônio cultural, artístico e histórico, o Estado criou, também, dois mecanismos de incentivo – o ICMS Patrimônio Cultural e o Minas Patrimônio Vivo – e duas ferramentas de fomento à produção cultural, que são a Lei Estadual de Incentivo à Cultura e o Fundo Estadual de Cultura, além de inúmeros projetos de incentivo a atividades, como teatro, apoio a bandas, circo, dança, produção audiovisual, literatura e música. “São iniciativas valiosas, que indicam os novos avanços que vamos buscar”, concluiu Pimenta.