Você está em:
IMPRIMIR

Paga emenda de Eduardo Barbosa que destina R$ 2,5 milhões para a saúde de Minas Gerais

29 de abril de 2020

O deputado federal Eduardo Barbosa anunciou o pagamento dos recursos indicados por ele para o incremento temporário do Piso de Atenção Básica (PAB) para a saúde de 22 municípios mineiros, totalizando R$ 2.500.000,00.

De acordo com o deputado, os recursos poderão ser aplicados na manutenção de Unidade de Atenção Básica de Saúde (UBS), para o desenvolvimento de ações e serviços relacionados à atenção primária, especialmente nas ações que contribuam para o alcance de desempenho dos indicadores do Programa Previne Brasil, como a contratação de serviços para informatização, que constituem a estrutura necessária para o alcance dos indicadores de desempenho.

“Além disso, os recursos poderão ser utilizados para reformar, adquirir insumos, e materiais de limpeza, tão importantes nesse momento de pandemia, visto que a UBS é a porta de entrada para os serviços de saúde”, explicou Eduardo Barbosa.

Os municípios contemplados são: Abaeté; Bambuí; Cachoeira de Minas; Carmo de Minas; Centralina; Contagem; Florestal; Fortuna de Minas; Igaratinga; Itaúna; Jordânia; Lambari; Leandro Ferreira; Nova Era; Onça de Pitangui; Paracatu; Patos de Minas; Pequi; Pompéu; Santo Antônio do Monte; São José da Varginha e Serra do Salitre.

A emenda do deputado Eduardo Barbosa foi apresentada ao Orçamento Geral da União de 2020 junto ao Ministério da Saúde. Os recursos foram depositados nas contas dos Fundos Municipais de Saúde dos respectivos municípios.

A Atenção Primária é o primeiro nível de atenção em saúde e se caracteriza por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte positivamente na situação de saúde das coletividades.