Você está em:
IMPRIMIR

O Estado deve estimular a inserção das pessoas com deficiência, reitera Anastasia

16 de outubro de 2018

O candidato ao governo do Estado pela Coligação Reconstruir Minas, Antonio Anastasia, visitou na manhã desta terça-feira (16/10), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Belo Horizonte, quando destacou o papel do poder público para estimular a inserção profissional das  pessoas com deficiência.

“A inserção no mercado de trabalho das pessoas com deficiência é fundamental. É uma responsabilidade social das empresas, por determinação de uma lei federal, e o poder público estadual pode fazer um estímulo a essas empresas. A lei é necessária, importantíssima, e nós temos que estimular que ocorra, cada vez, mais a inserção das pessoas com deficiência, dando a elas a oportunidade para que se sintam produtivas”, disse.

Anastasia destacou ainda o importante trabalho desenvolvido pelas Apaes que, segundo ele, deve ser reconhecido pelos mineiros e afirmou que, caso eleito, irá trabalhar a favor da regularização dos recursos que estão atrasados. E, ao contrário do disse seu adversário em entrevista a uma rádio quando reprovou a legislação que obriga as empresas a contratarem pessoas com deficiência, Anastasia referenda a inclusão produtiva das pessoas com deficiência.

“A Apae realiza um trabalho muito especial. Eu acho que todo o mineiro, todo brasileiro, tem que conhecer este trabalho. O governo do Estado tem a responsabilidade de fazer a cessão de professores e fazer o pagamento regular para as chamadas Casas Lares, a antiga Febem, que hoje a Apae de Belo Horizonte administra. Lamentavelmente esses valores estão atrasados. Então o primeiro esforço, caso eleito governador, será regularizar esses pagamentos, porque as Apaes lutam com dificuldade. Essa é uma sensibilidade que todo político deve ter, apoiar as Apaes de Minas Gerais em favor das pessoas com deficiência”, reforçou.