Você está em:
IMPRIMIR

Mais uma ficha-suja é nomeada para o governo de Fernando Pimentel  

9 de junho de 2017

jeitoptdedesgovernar

Condenada por improbidade administrativa e indiciada na Operação Mar de Lama, ex-prefeita de Governador Valadares será a subsecretária de Desenvolvimento Econômico

Elisa Costa e Fernando Pimentel

Elisa Costa e Fernando Pimentel

A ex-prefeita de Governador Valadares, a petista Elisa Costa, será a nova subsecretária de Desenvolvimento Econômico do governo de Fernando Pimentel. Elisa foi condenada por improbidade administrativa, em 2014, além de ter sido indiciada junto com outras 28 pessoas, em janeiro deste ano, na operação da Polícia Federal Mar de Lama, que investiga sua gestão como prefeita. As irregularidades apontadas pela PF na Prefeitura de Governador Valadares durante a gestão da petista somam mais R$ 4 milhões em recursos do Ministério da Integração Nacional.

Já a condenação da ex-prefeita em 1ª Instância foi em 2014. Ela foi condenada pela 5ª Vara de Governador Valadares em uma ação civil pública do Ministério Público Estadual por conta do uso de símbolo não oficial pelo município em publicidade custeada pela prefeitura em um jornal. O MPF alegou que Elisa Costa usou logomarca semelhante à do partido para se beneficiar. A ex-prefeita recorreu ao Tribunal de Justiça.

Questionada sobre a nomeação, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior afirmou em nota que a nomeação da petista “se dá por sua vasta experiência”.

Refúgio de fichas-sujas

Mas Elisa Costa não estará sozinha no governo. A desastrosa administração de Fernando Pimentel no estado também tem se transformado em refúgio de fichas-sujas. A mais recente nomeação foi feita pelo petista em março deste ano, quando nomeou a ex-prefeita de Pedro Leopoldo, Eloísa Helena Carvalho Pereira, mais conhecida como “Eloísa de Tadeu”, do PMDB, para o cargo de Secretária de Estado Adjunta de Cidades e de Integração Regional. Eloísa ré é em uma ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual, que tramita atualmente na Justiça de Pedro Leopoldo.

Antes dela, porém, Pimentel já havia surpreendido os mineiros com a nomeação para o primeiro escalão de seu governo de mais um correligionário investigado pela Polícia Federal. Em janeiro deste ano, o governador nomeou para a presidência da Fundação Ezequiel Dias (Funed), estatal fabricante de medicamentos, o ex-prefeito de Luminárias, o também petista Arthur Maia Amaral, investigado por suspeita de vender remédios adquiridos com dinheiro público em uma farmácia de sua propriedade. O caso foi destaque em todos os grandes jornais e portais de notícias do país.

Leia mais sobre a nomeação de Elisa Costa:

Estado de Minas: Ex-prefeita de Governador Valadares ganha cargo no governo de Minas 

Rádio Itatiaia: Condenada por improbidade, ex-prefeita de Valadares vai assumir subsecretaria de Pimentel

O Tempo: Ex-prefeita de Valadares será nomeada para o Desenvolvimento Econômico