Você está em:
IMPRIMIR

Inova Jovem capacita jovens empreendedores em Valadares

10 de maio de 2018

Em tempos de crise, a criatividade costuma ser a melhor aliada; mas não basta apenas ser criativo. É preciso empreendedorismo, palavra que nos últimos anos “entrou na moda” e que tem sido a “tábua de salvação” de muita gente – tábua que pode se transformar em verdadeiro trampolim para o sucesso.

 

Essa é a proposta do Inova Jovem Empreendedorismo pra Moçada da Comunidade, criado pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e realizado em Valadares por intermédio da Prefeitura, via Departamento de Juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL). O projeto pretende auxiliar no combate à violência estimulando a autonomia financeira dos jovens. Após o período de capacitação presencial, teórica e técnica, eles terão acesso a um plano de negócios pronto para execução. Os negócios criados durante o curso passarão por um período de incubação e depois contarão com acompanhamento e assistência técnica especializada. O objetivo é reduzir os índices de violência, pobreza e desigualdade entre os jovens, com ações de empreendedorismo e geração de renda. Ao todo, participam do curso 25 jovens entre 18 e 29 anos, negros e negras, moradores dos bairros Santa Paula, Jardim do Trevo e Assentamento Oziel Alves Pereira.

“Estamos vivendo uma tendência mundial nesse sentido. Talvez seja algo desta geração a ideia de se produzir renda a partir da própria iniciativa. Ela se torna uma estratégia para se lidar com certas questões. Por exemplo, cheguei agora a Valadares e ouvi de algumas pessoas que o desemprego é um problema na cidade. Acho que ser um empreendedor e formar novos empreendedores é uma maneira de aproveitar a criatividade desses jovens e gerar renda em nível local”, considera a professora de empreendedorismo do Inova Jovem, Beatriz Jordy, que completa: “A principal característica de um empreendedor é a criatividade. Todos eles chegaram aqui com ideias bem legais e há outras habilidades que são aprendidas, como organização, planejamento, gestão, pesquisa de mercado, divulgação, entre outras – e é essa a intenção do Inova Jovem. Ninguém nasce empreendedor; é preciso buscar conhecimentos sobre o que envolve a montagem e o funcionamento de uma empresa”.

Extrovertida, com um baita sorriso no rosto e muita garra e vontade de vencer na vida, Antônia da Silva de Jesus, 25 anos, está em processo de criação do próprio negócio na área estética. “Este curso está abrindo a nossa mente (a minha, pelo menos, está) porque até agora eu tinha alguma noção do que era necessário para dar certo. Eu ia com a cara, a coragem e o coração para dar vida ao meu negócio (sou cabeleireira e trancista) – agora eu vou com papel, caneta e as minhas ideias para depois serem lançadas. O curso está me dando a oportunidade de me organizar, a colocar tudo no papel, a prestar atenção na concorrência, a buscar um diferencial para o meu serviço”, relata a jovem empreendedora. “Eu comecei com um pente, um pote de gel, um secador e uma chapa – além do dom que Deus me deu, é claro, e minha força de vontade. Comecei a participar de workshops, adquiri produtos no cartão de crédito e, agora, depois do Inova Jovem, estarei pronta para abrir o meu negócio”, conta, com a segurança e pensamento positivo característicos dos empreendedores de sucesso.

Ederson Alves dos Santos, 27 anos, trabalha atualmente como frentista, mas pretende, juntamente com a esposa, abrir uma confeitaria. “Trouxemos a nossa ideia e aproveitamos essa oportunidade que o Inova Jovem está nos dando para dar forma ao nosso negócio. Estamos também nos organizando financeiramente, conhecendo melhor a nossa área, adquirindo produtos e fazendo testes porque a gente não pode começar, gastar, e depois não ver resultados, não ter retorno do investimento. Não adianta fazer sem saber o que está fazendo. Eu tenho um emprego fixo e não posso trocar a segurança pela incerteza, não posso começar se não estiver tudo direito. E está sendo uma experiência incrível: o Inova Jovem era o que a gente precisava para ter mais garantias de que o empreendimento vai dar certo”, avalia Santos.

O diretor do Departamento de Juventude, Clero Neves de Castro Júnior, também se pronunciou a respeito do Inova Jovem, considerando-o um modelo a ser seguido e continuado em Valadares. “Desde que assumimos o Departamento de Juventude temos pensado em criar um projeto de empreendedorismo, principalmente para aqueles que estão precisando mais. Valadares hoje está entre as cidades com maior índice de criminalidade entre jovens negros e negras. Então, quando a possibilidade de realizar esse projeto (Inova Jovem) surgiu, nós a abraçamos com muita força, até porque a partir dela podemos criar outros projetos semelhantes, já que nossa cidade tem uma grande carência nesse sentido. Iniciativas como essa ajudam a tirar os jovens da marginalidade e os capacita a gerar renda em suas comunidades”, explica.

As aulas do Inova Jovem Empreendedorismo pra Moçada da Comunidade acontecem na Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (UAITEC), que oferece vários cursos de capacitação gratuitos. A UAITEC fica na rua Belo Horizonte, 756, Centro. Saiba mais em www.uaiteclab.mg.gov.br.

Já o Departamento de Juventude fica na Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL): avenida Brasil, 2920, terceiro andar (prédio do Teatro Atiaia). Telefone: 3271.3881.

Fonte: Portal da Prefeitura