Você está em:
IMPRIMIR

Governo de Minas gastará R$ 50,8 milhões com a compra de mais helicópteros

5 de janeiro de 2017

helicoptero0501

Após decretar calamidade financeira, parcelar os salários dos servidores e o pagamento do 13º salário, o governador Fernando Pimentel vai gastar ao menos R$ 50,8 milhões para comprar mais helicópteros para o estado. A informação foi dada logo após a polêmica do governador petista ter sido flagrado utilizando a aeronave do governo para buscar um filho que estava num condomínio de luxo às margens do lago de Furnas, no município de Capitólio, depois do réveillon. Um vídeo foi gravado e o caso repercutiu em todo o país, gerando muita revolta e críticas.

Em comentário veiculado nesta quinta-feira (05/01) no Jornal da Itatiaia, o jornalista Alexandre Garcia se disse incrédulo com a notícia e com a falta de senso de oportunidade do governo mineiro ao anunciar a compra. “Helicópteros, vejam só a ironia, que seriam para missões de resgate do Fundo Nacional de Saúde. Foi um helicóptero usado assim na missão de resgate do governador de seu filho depois da festa de réveillon lá em Furnas. A gente quase não acredita que isto esteja acontecendo”, afirmou.

Em seu comentário no Conversa de Redação também nesta quinta-feira, também na Rádio Itatiaia, o jornalista Carlos Viana afirmou que ao usar a aeronave do estado Pimentel manchou muito a imagem de Minas. ”Todos nós sermos chamados a um compromisso de gastar menos e o governador usando helicóptero de forma particular. Não há nada de ilegal, claro. Mas, no momento como esse, o que a gente espera? Exemplo”, ressaltou.

Para justificar a aquisição dos novos helicópteros, o governo do estado divulgou nota dizendo que as novas aeronaves não serão usadas por Fernando Pimentel em caráter particular.

Justiça de MG trava acesso a dados de voos de Pimentel

Ao menos duas ações que tramitam no Tribunal de Justiça de Minas Gerais pedem desde junho passado que o Estado divulgue os voos feitos pelo governador Pimentel em aeronaves oficiais ou fretadas. Ambas foram protocoladas após o jornal Folha de S.Paulo revelar que o governo passou a considerar as informações sobre os voos como sigilosas, e ainda aguardam decisão.

Leia mais sobre o assunto:

IstoÉ: Governo de Minas Gerais gasta R$ 50,8 milhões com helicópteros

Folha de S.Paulo: Justiça de MG trava acesso a dados de voos de Pimentel