Você está em:
IMPRIMIR

Governo do PT usa dinheiro do contribuinte mineiro para financiar evento que faz pregações contra impeachment

6 de setembro de 2016

acampa

Além de liberar o Mineirinho por cinco dias para encontro com claro viés político-ideológico em Belo Horizonte, gestão petista repassou recursos do Tesouro, do BDMG e da Cemig para custear despesas com participantes

A falta de compromisso do PT com os recursos públicos não conhece limites. O governo de Minas Gerais, administrado pelo petista Fernando Pimentel, está patrocinando, com dinheiro dos contribuintes, um evento denominado Acampamento do Levante Popular da Juventude, que tem como uma de suas pautas a pregação contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff aprovado por ampla maioria do Senado Federal na semana passada.

Os coordenadores do evento – que está sendo realizado nesta semana no Mineirinho, em Belo Horizonte – falam abertamente sobre seus objetivos. “Nosso desafio é dar resposta a essa conjuntura de golpe que estamos vivendo. Este é o primeiro grande evento depois do golpe consumado no Brasil com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff”, afirmou uma das diretoras do tal Levante Popular da Juventude em entrevista à rádio CBN BH.

Não obstante as pregações radicais e o claro viés ideológico do evento, o Governo do Estado, além de liberar o ginásio Mineirinho para a realização do “acampamento”, admitiu à rádio CBN o patrocínio de R$ 50 mil para o evento. Ainda de acordo com a reportagem, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) deu outros R$ 50 mil. A justificativa do banco estatal é espantosa: “Este evento se alinha ao conceito de desenvolvimento defendido pela instituição”. Já a Cemig, que também patrocina o evento, não quis informar o valor liberado. O evento é patrocinado ainda pela CUT, braço sindical do PT.

Um dos destaques da programação será uma palestra que o ex-presidente Lula fará nesta terça-feira (06/09). Ou seja: o mesmo governo petista que está atrasando sistematicamente os salários dos servidores estaduais está patrocinando um evento que servirá de palanque para Lula discursar contra o impeachment de Dilma.

Para o presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Domingos Sávio, o apoio do governo do Estado a um evento com essas características é um ato inadmissível e criminoso.

“De uma maneira absurda, o governo petista está utilizando recursos públicos para financiar manifestações de natureza política. Isso é crime. O dinheiro público não pode ser utilizado desta forma. Nós vivemos numa democracia onde todos têm liberdade de se manifestar, mas não usando o dinheiro público para financiar manifestações de claro viés político-ideológico”, afirma Domingos Sávio, acrescentando que o PSDB-MG deverá questionar os patrocínios na Justiça.

Clique AQUI e ouça reportagem da CBN BH 

Leia também Oposição protocolará representação no MP e ação popular no TJ contra uso do dinheiro público para fim político