Você está em:
IMPRIMIR

Frooty inicia obras para construção de uma fábrica de açaí no Distrito Industrial de Poços de Caldas

9 de outubro de 2017

Reunião foi realizada na última semana na Prefeitura Municipal

Reunião foi realizada na última semana na Prefeitura Municipal

selogestaotucanaMarcelo Cesana, diretor presidente da Frooty, fábrica de Açaí a ser implantada no Distrito Industrial de Poços de Caldas, no Sul de Minas, comunicou ao prefeito Sérgio Azevedo (PSDB) o início das obras de instalação da empresa. Na última semana, em reunião no gabinete da Prefeitura, o diretor e advogados da empresa confirmaram a previsão de inauguração para março de 2018, com geração de 120 empregos, numa fase inicial, podendo ser este número ampliado.

O prefeito Sérgio Azevedo, acompanhado do vice, Flávio Faria, também secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, reafirmou a parceria da Prefeitura nas obras de infraestrutura, como projetos de rede elétrica, de água e esgoto, que estão sob a responsabilidade do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) e do Departamento Municipal de Eletricidade (DME).

“A Frooty é mais uma empresa que contribui para a consolidação do Distrito Industrial de Poços, promovendo o aquecimento da economia e abrindo novas frentes de trabalho”, destaca Flávio Faria.

A escolha de Poços de Caldas para sediar a nova unidade da empresa é estratégica, e busca a ampliação de mercado em Minas Gerais e no sudeste. A empresa é uma das maiores produtoras de polpa de frutas do mundo e líder no mercado nacional há mais de 12 anos.

A Frooty foi fundada em 1994, em Atibaia, interior de São Paulo. A estimativa inicial de investimentos é de R$ 20 a R$ 25 milhões na implantação da fábrica, divididos em 36 meses. A empresa vai ocupar terreno de 40 mil m2, com 8 mil m2 de área construída, na rua 2 do Distrito Industrial. A produção atual está estimada em 100 toneladas/dia de polpa de açaí ou mix, num processo nada poluente.

Desde 2002, a empresa atua no mercado externo, exportando para importantes centros consumidores como EUA, República Theca e Rússia. No Brasil, os produtos são distribuídos em 15 mil pontos de venda.

Participaram também da reunião, no gabinete do prefeito, os advogados Pedro Augusto Soares Vilas Boas e Gustavo Pires Maia, pela Frooty e, pela Prefeitura, o secretário de governo Celso Donato e o coordenador de Fomento à Indústria e Comércio, Rafael Tadeu Conde Maria.