Você está em:
IMPRIMIR

Frente Mineira de Prefeitos inaugura sede em Belo Horizonte

11 de Maio de 2018

Em ato solene, o prefeito de Contagem, que também é o presidente da Frente Mineira de Prefeitos (FMP), Alex de Freitas, inaugurou a sede da instituição na manhã desta quinta-feira (10). O novo ambiente da organização, que representa os 100 municípios mais populosos do Estado, fica localizado na rua Rio de Janeiro, 243, no centro de Belo Horizonte. A solenidade foi marcada por críticas ao governo do Estado de Minas Gerais pela falta de repasses financeiros aos municípios.

“Estou muito feliz por esta conquista, mas esse dia poderia ser mais alegre e festivo. A crise que atravessa o estado mineiro é sem precedentes e tem causado transtornos administrativos e financeiros aos governantes de cidades médias e grandes. Nós, não estamos tendo fluxo de caixa e nem como planejar nossas ações. A cada dia a luta fica mais intensa”, disse o prefeito Alex de Freitas.

Alex, ainda falou sobre a grave crise na saúde pública, principal gargalo de problemas. “Em Contagem estamos sofrendo com a falta de repasses orçamentários, que beiram a casa de R$ 100 milhões, cuja situação impacta negativamente nos atendimentos de saúde, por mais que façamos o nosso melhor. Eu duvido que algum município acima de trinta e cinco mil habitantes comprometa apenas quinze por cento do seu orçamento nessa área. Eu arrisco dizer que por causa dessa irresponsabilidade, centenas de mineiros podem sofrer graves consequências”, completou.

O prefeito de Itaúna, Neider Moreira de Faria, falou sobre a conquista da FMP e reforçou o discurso de apelo por respeito à Constituição. “Esse é um momento emblemático para os representantes dos municípios associados. De agora em diante estaremos nos reunindo para discutir os gravíssimos problemas que temos vivido à frente na administração pública municipal. Não me canso de dizer que estes dois últimos anos estão sendo os mais difíceis para o municipalismo. Vamos, sim, tomar atitudes severas, porém justas, para defender os cidadãos de nossas cidades”, relatou.

Para o deputado Antonio Carlos Arantes, a união de prefeitos fortalece o municipalismo: “Os prefeitos ganham força e presença, quando o Governo do Estado é forte. Mas, hoje, o que temos é um desgoverno petista, fraco e caloteiro. Em todas as conversas que tive aqui com os prefeitos eles se manifestaram extremamente preocupados com a dívida de quase R$ 5 bilhões que o governador Fernando Pimentel tem com os municípios. E o povo está sofrendo com isso; está sem atendimento à saúde, sem remédios, sem assistência social, e sem muitas outras coisas”, lamentou Arantes.

De acordo com a diretoria da FMP, o local servirá de apoio para receber representantes e prestar assessoria técnica aos municípios associados bem como a outras entidades, a exemplo a Associação Mineira de Municípios (AMM), e Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel). A solenidade contou com a presença de diversas personalidades e lideranças políticas de Minas Gerais.

 Fonte: Prefeitura de Contagem