Você está em:
IMPRIMIR

1º de Maio: Festa do Trabalhador em Congonhas atrai milhares de pessoas na Praça da Rodoviária

2 de maio de 2017

A Festa do Trabalhador de Congonhas atraiu milhares de pessoas para a praça da Rodoviária nesse 1º de maio. Em período de dificuldades financeiras e incertezas, o trabalhador e suas famílias comemoraram o emprego que possuem e aproveitaram as diversas atrações que os aguardavam. O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), que contou com o suporte de outros setores da administração, patrocínio dos Supermercados EPA e apoio da COPASA, SESC, Bike Podium, SINDICOMÉRCIO, Rotaract – Interact, IFMG, Grupo Escoteiro Cidade dos Profetas e Polícia Militar.

Os campeões da Corrida Rústica do Trabalhador de Congonhas receberam troféus, medalhas e premiação em dinheiro neste 1º de maio. Glenilson Carvalho, de São João Del Rei e que compete pela equipe ACC, de Contagem, venceu os 10 km masculinos, com o tempo de 31 minutos e 21 segundos, seguido por Valério de Souza, oficial da Força Aérea Brasileira, que havia sido terceiro colocado na última Corrida de São Silvestre e possui índice olímpico. Ele treina em Congonhas.

O bicampeão consecutivo da prova disse na chegada que este ano houve uma disputa do início ao fim. “O Valério chegou só 2 segundos atrás, ele me fez apertar o ritmo e tornou a corrida mais competitiva do que a do ano passado. A temperatura amena nos ajudou. Facilitou também já conhecer o percurso, que se encaixa com minha estratégia típica de velocista”, comentou o campeão, após comemorar com a namorada Laura Siveira, 5ª colocada geral da prova de 5 km.

Já Valério de Souza utilizou a prova como um treinamento para a Maratona do Canadá, que será disputada em 28 de maio. “Ano que vem, vou me preparar para vencer em Congonhas. Esta prova exige mais velocidade do que a maratona do Canadá, que é de resistência, para qual estou treinando. Tenho percorrido 32 km por dia, o que deixa minhas pernas mais travadas. Treino em Congonhas, aqui a região é boa pra isso, é alta, aumenta os glóbulos vermelhos que me dão capacidade na hora da disputa”, afirmou.

Atleta respeitado no Brasil e no exterior, Valério está muito satisfeito com a acolhida que recebeu em Congonhas. “Agradeço à receptividade do secretário José Lúcio de Castro, da Prefeitura e do povo de Congonhas. Se eu vencer lá no Canadá, venho pra cá e vamos comemorar juntos. O Zé Lúcio está dizendo que vai ter até caminhão do Corpo de Bombeiros em Congonhas”, brincou o atleta. A Maratona do Canadá será transmitida pelo canal de TV fechada Sportv 2.

Entre as mulheres, Érica Maria, do Clube Dom Pedro, de Conselheiro Lafaiete, venceu os 10.5 km, com o tempo de 40 minutos e 11 segundos, 4 minutos e 34 segundos na frente da segunda colocada, Selma Flaviana, da ACROB, sagrando-se, a exemplo de Glenilson, bi-campeã da prova. Para ela, “é muito importante haver a Corrida do Trabalhador no 1º de Maio que também dia de São José. Ela motiva a nós, que competimos no alto rendimento e a quem é amador”.

Seus projetos para o esporte vão para além das pistas e ruas. “Faço Educação Física na UNOPAR, de Congonhas, e futuramente nós, alunos, desenvolveremos um projeto de prática esportiva na região”.  A lafaietense esteve entre as 10 mais bem colocadas no ranking do Circuito Caixa em 2016.

Na categoria Cidade de Congonhas, Danielly Silva ficou em 1º lugar nos 10 km feminino, com o tempo de 51 minutos e 57 segundos, seguida por Olívia e Beatriz T. Martins. E no masculinho, Wanger T. Martins, da Equipires, chegou na frente com 38 minutos e 34 segundos, tendo Guilherme de F. Santiago, da Atletismo Congonhas/Profetarun, e Eli Carlos dos Santos, outro da Equipires, vindo em seguida. Também entre os congonhenses, só que na prova de 5 km, Felipe Guilherme S. Costa (Marilak) ganhou entre os homens com o tempo de 19 minutos e 37 segundos e Tatiana Mello entre as mulheres em 27 minutos e 27 segundos.

Nos 5 km geral masculino, Fabiano Tadeu, da Equipires, chegou em 1º lugar geral em sua primeira Corrida Rústica do Trabalhador de Congonhas e Lizandra Oliveira, da AABB de Belo Horizonte, de BH, no feminino. Fábio de Souza, de São Brás do Suaçuí, que participou das eliminatórias paralímpicas, foi o terceiro da faixa etária de 20 a 24 anos nos 5 km. “Achei a prova tranquila. Já corri aqui outras vezes aqui, mas eu disputo também em pista e fui 3º colocado no Sul-Americano, que valeu como eliminatória para a Paraolimpíada. Agora meu objetivo é Tóquio”, afirma.  Álvaro Morais, de 8 anos, correu ao lado do pai, cumprindo o trajeto de ida e volta ao Centro da cidade, e acabou recebendo um troféu como representante das crianças no evento.

Mais uma vez a competição foi realizada em parceria com a Comissão de Corredores de Rua de Congonhas.

Montain Bike

A grande novidade da Festa do Trabalhador deste ano foi a Copa Mountain Bike Up Hill. Os competidores percorreram 14 km, em um trajeto que saiu da Rodoviária no sentido Jardim Profeta, seguiu pelo Alto Maranhão e retornou à sede do Município pelo trecho de Estrada Real calçado com piso intertravado, chegando na Cruz das Almas. A competição foi disputada nas categorias masculinas Geral, Expert, Cadete, Master, Veterano e feminina Geral. Os atletas receberam premiação em dinheiro e troféus, sendo que o primeiro lugar geral masculino recebeu uma bicicleta no valor de R$ 800.

A atleta congonhense Danielle Moraes, de 21 anos, conquistou o primeiro lugar no feminino Geral, seguida por Adriana, Ana Flávia, Keila e Jaqueline. Danielle gostou do seu desempenho na prova. “Eu pedalo há 5 anos. Isto começou como um hobby e hoje participo de competições nacionais e internacionais. Ocupo a 2ª colocação de XCO [Cross Country Olímpico] na minha categoria, que é a sub-23. Estou muito feliz com essa vitória em Congonhas, porque sabemos que tem muitas pessoas praticando esse esporte. Esse evento incentiva as crianças a pedalar. O que tenho hoje o esporte me deu”, disse.

Como participante da comissão de organização da competição, Danielle afirma: “Para o ano que vem, pretendemos aumentar a quilometragem da prova e fazer um evento maior, com ajuda da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, que é muito parceira”, destacou.

Já os três primeiros lugares do masculino Geral foram ocupados, respectivamente, por Hudson Luiz, Wllian Chinês e Wellington Fernandes. No Expert, o pódio recebeu Kilisman Henrique, Pedro Vieira e Rodrigo Bicalho.

Na categoria Cadete, os três primeiros colocados foram Mark Heleison, Kenny Lima e Reinaldo Reis. O atleta José Geraldo conquistou o primeiro lugar no Master, seguido por Bruno Senna e Adriano Mascarenhas. Já no Veterano, Giovani Mendes, Robson Carvalho e Jonny Baesse venceram a prova.

Outras atividades

Quem foi à praça da Rodoviária pôde participar do Aulão de Dança com as alunas dos núcleos de ginástica, da Dança Sênior com senhores e senhoras inscritos no CRI e da Rua de Lazer, organizada pelo Sesc/BH com apoio do SINDCOMERCIO CONGONHAS, com cama elástica, tênis de mesa, xadrez e área para desenho.

A equipe do Centro de Referência da Mulher (CRM) ofereceu orientações aos participantes sobre os serviços oferecidos na unidade. Os servidores do Centro de Referência do Idoso (CRI) também esclareceram dúvidas sobre o atendimento prestado à melhor idade no Município. A saúde também recebeu atenção nesta edição da festa. Quem passou pelo local pôde aferir a pressão e receber orientações nutricionais. A equipe de combate à dengue fez uma ação educativa.

Todo ano o operador de produção, Altamiro Paiva, marca presença na Festa do Trabalhador. “Estou achando o evento muito bom! Trouxe minha filha. Tem muita diversão. É bom para descontrair”, destaca. A técnica de enfermagem, Eugênia de Souza, também prestigiou mais uma edição do evento que, segundo ela, é um momento de lazer para o trabalhador. “Aproveitei um pouco de tudo da festa. Está maravilhosa!”, completou.

O secretário municipal de Esporte e Lazer, José Lúcio de Castro, agradeceu a todos que colaboraram para a realização da festa. “Agradeço à nossa equipe da SEL e a todos os setores da Prefeitura por este trabalho conjunto que propiciou oferecermos aos congonhenses esta festa, que infelizmente poucas cidades estão realizando. Mesmo em período de crise, o prefeito Zelinho manteve o evento, em respeito e consideração ao trabalhador, à trabalhadora e seus familiares. A presença do corredor Valério, 3º lugar entre os brasileiros na última Corrida de São Silvestre, valorizou muito nossa Festa, porque ele é um atleta de alto nível, de bom caráter e respeitado no Brasil e no exterior. Em nome da Prefeitura de Congonhas, agradecemos a ele por treinar e competir aqui. E também somos gratos pela presença da população. A divulgação do evento pela imprensa da imprensa é outro fator deu a ele a verdadeira dimensão que merece”, comentou.