Você está em:
IMPRIMIR

Extrema é a única cidade no Sul de Minas Gerais a gerar empregos pelo segundo mês consecutivo

20 de março de 2017

Extrema

PSDBnacidade2

Entre as maiores economias do Sul de Minas apenas o município de Extrema tem o segundo mês consecutivo com saldo positivo na geração de empregos. Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho referentes ao mês de fevereiro foram divulgados na quinta-feira (16/03).

O número de empregos formais no Brasil teve saldo positivo de 35.612 vagas em fevereiro, apontam dados do Caged. Foi o primeiro crescimento do mercado de trabalho desde abril de 2015. Em fevereiro deste ano, foram 1.250.831 contratações contra 1.215.219 demissões. O país registrou 38.315.069 trabalhadores com carteira assinada em fevereiro.

Os números mostram recuperação em áreas importantes da economia, como a indústria de transformação e o setor de serviços. A indústria teve um saldo positivo de 3.949 vagas formais de trabalho e os serviços, 50.613. Em seguida, destacaram-se administração pública, com saldo de 8.280 vagas, e a agricultura, com 6.201.

Minas Gerais foi o quarto estado no país com maior saldo de empregos criados: 9.025. Entretanto, no Sul de Minas apenas a cidade de Extrema teve saldo positivo nos dois primeiros meses de 2017. Foram 200 novas vagas em janeiro e 317 novas vagas em fevereiro. A primeira economia do Sul de Minas, Poços de Caldas registrou em janeiro o fechamento de 9 vagas de emprego e, em fevereiro, um resultado ainda pior, o fechamento de 212 vagas. O melhor saldo de fevereiro na região foi de Varginha com a abertura de 372 novas vagas, mas o resultado apenas ameniza o fechamento de 342 postos de trabalho em janeiro.

Para o prefeito de Extrema, João Batista (PSDB), “os números confirmam a retomada da economia, ainda num ritmo lento, abaixo do que desejado, mas claramente um sinal positivo. A administração municipal trabalha forte para continuar apoiando as empresas a ofertar os empregos tão necessários para nossa gente”.

Investimento em Qualificação Profissional

“A economia está se aquecendo, as empresas voltarão a contratar e os trabalhadores que estiverem mais qualificados serão os favorecidos”, acredita João Batista. Foi pensando nisto que a Prefeitura de Extrema, SINMEC e FIEMG trouxeram para a cidade a escola móvel do Sesi Senai. A estrutura montada no Parque de Eventos tem mais de 800 metros quadrados e está qualificando mais de 500 alunos gratuitamente.

Leia também: Gestões tucanas tornam Extrema cidade mais desenvolvida do país