audios
Você está em:
IMPRIMIR

Domingos Sávio elogia consistência do parecer de Antonio Anastasia recomendando afastamento de Dilma

5 de Maio de 2016

Deputado Domingos Sávio, presidente do PSDB-MG. Foto George Gianni

Deputado Domingos Sávio, presidente do PSDB-MG. Foto George Gianni

Deputados do PSDB destacaram a consistência do relatório apresentado pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) na comissão especial do impeachment. O documento, que pede a instauração do processo contra a presidente Dilma, foi lido nesta quarta-feira (4) e será votado na sexta-feira (10/5) pelo colegiado. Em seguida, se for aprovado em plenário, em sessão marcada para o dia 11, a petista será afastada por até 180 dias.

Os tucanos avaliam que o texto deixa explícita a existência de crimes de responsabilidade cometidos por Dilma e descarta, de uma vez por todas, os argumentos contrários a instauração do processo. De acordo com o relatório, a denúncia contra Dilma está de acordo com a Constituição e deve ser aceita. O texto rechaça a tese de golpe pregada pelo PT e afirma que o trâmite tem seguido as leis, sendo que foi resguardado o direito a ampla defesa. Afirma também que existe previsão legal para o impeachment, para evitar um “poder absoluto do governante”, e alerta que há indícios de materialidade e autoria das “pedaladas fiscais”.

O deputado Domingos Sávio, presidente do PSDB-MG, disse que o texto de Anastasia ratificou o que a Câmara já havia apontado ao aprovar o relatório elaborado na Casa pelo deputado Jovair Arantes (PTB-GO). “O Brasil vivenciou a oportunidade de ter um de seus mais ilustres juristas relatando essa matéria de interesse de todos os brasileiros. O parecer do Anastasia sepulta de vez esse argumento desesperado de golpe. Verifica-se que houve crime de responsabilidade”, afirmou.

Para o tucano,o desejo dominante é de que o Brasil seja tirado do “mar de lama” no qual o desgoverno petista o jogou e volte à normalidade administrativa. Mas, completa, espera-se que isso ocorra, como tem sido, seguindo o caminho da legalidade.

Após Anastasia finalizar a leitura do relatório pela admissibilidade do pedido de impeachment, foi concedida vista coletiva do parecer. Nesta quinta-feira (05/5) será feita a discussão e haverá nova oportunidade para que a Advocacia-Geral da União se manifeste em defesa da presidente. A votação do parecer será na sexta-feira (06/5).

Ouça: 

Leia matéria completa no portal do PSDB na Câmara