Você está em:
IMPRIMIR

Diálogo 45 com Renata Vilhena – Juventude do PSDB-MG

29 de novembro de 2011

A secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, é a convidada para abrir o Diálogo 45, projeto da Juventude do PSDB de Minas Gerais que tem como objetivo debater assuntos da atualidade com personalidades públicas. O debate será realizado na próxima terça-feira (29/11), às 19 horas, no auditório Pimenta da Veiga, na sede estadual do partido (Rua Alvarenga Peixoto, 974 – 2º andar),em Belo Horizonte.

O objetivo dos encontros Diálogo 45 é promover a discussão entre os jovens tucanos e personalidades que se destacam em suas atividades, sejam na área política, cultural e esportiva, entre outras. Segundo Bruno Ferez, vice-presidente da Juventude Tucana, Renata Vilhena é uma referência em capacidade administrativa e reconhecidamente o melhor quadro do Governo de Minas “e com toda certeza tem muita experiência a passar para os jovens tucanos”.

Sobre Renata Vilhena

Graduada em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com especializaçãoem Administração Públicapela Fundação João Pinheiro, Renata Vilhena já exerceu diversas funções na área pública.

Servidora pública de carreira, iniciou sua atuação no Governo de Minas em 1985, como técnica da Secretaria de Estado do Trabalho e Ação Social. Posteriormente, transferiu-se para a Secretaria de Estado da Casa Civil e, em seguida, para a Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral.

No segundo mandato do Presidente Fernando Henrique Cardoso foi convidada a integrar a equipe do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, como secretária-adjunta de Logística e Tecnologia da Informação.

No primeiro governo de Aécio Neves, Renata Vilhena atuou como secretária-adjunta de Planejamento e Gestão e foi uma das responsáveis, juntamente com Antonio Anastasia, na época titular da pasta, da implantação do Choque de Gestão, conjunto de medidas administrativas que promoveram a recuperação das finanças do Estado e a retomada do crescimento econômico e social.

A partir de dezembro de 2006, em virtude do afastamento do então secretário Antonio Anastasia, eleito vice-governador, Renata Vilhena passou a ocupar a Secretaria de Planejamento e Gestão. Ela ocupa também a presidência da Câmara de Coordenação Geral, Planejamento, Gestão e Finanças.