Você está em:
IMPRIMIR

Eduardo Azeredo destaca integração energética entre países da América do Sul

11 de novembro de 2011

O deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ressaltou nessa quinta-feira, dia 10,  a importância dos países da América do Sul terem um sistema integrado de energia elétrica. O parlamentar participou de audiência pública das comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e de Minas e Energia que realizaram o seminário “Integração energética sul-americana”.

 

De acordo com o tucano, é muito importante discutir o tema, já que com energia integrada seria possível levar o serviço do Brasil para outros países ou vice-versa, em caso de emergência. “É uma atuação que envolve a Eletrobrás, a iniciativa privada e construtoras que também têm interesse na construção de usinas hidrelétricas”, apontou.
Para o tucano, a presença dos embaixadores do Chile e do Equador demonstra que há interesse dos outros países com o serviço. A vantagem da integração, acrescentou Azeredo, é evitar as quedas de energia. “Mas para isso é preciso ter linhas de transmissão. Se o problema é na linha de transmissão não existe solução, pois sem ela é impossível a energia chegar até o consumidor”, ressaltou.
Por fim, Azeredo reiterou a importância de debater formas de financiamento, segurança sobre implantação dessas linhas e investimento, assuntos esses que também foram discutidos no evento.
“É interessante que o Brasil possa continuar nessa linha”, finalizou. Embaixadores e representantes do setor elétrico dos países participaram do seminário. Um dos assuntos debatidos foi o financiamento dos empreendimentos de integração energética.

 

Fonte: Diário Tucano