Você está em:
IMPRIMIR

Cataguases realiza IX Conferência de Saúde e encaminha propostas para etapa Estadual

23 de abril de 2019

Foi realizada no sábado, dia 13 de abril, a IX Conferência Municipal de Saúde, no Sindicato dos  trabalhadores na Indústria de Energia Elétrica de Cataguases. Com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito, Consolidação e Financiamento do SUS”, o evento reuniu o prefeito Willian Lobo, a secretária Municipal de Saúde, Daniela Rezende, o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Joseph Freire, o gerente regional de Saúde, Renan Guimarães; pela Câmara Municipal de Cataguases, os vereadores Michelangelo Correa e Carlos Alberto Barbosa e Maria Ângela Girardi, entre outros convidados.

Na abertura, o gerente regional de Saúde, Renan Guimarães destacou a possibilidade de se conhecer de perto a situação dos municípios a partir da realização da Conferência. “É preciso entender cada realidade para que possamos construir políticas adequadas, procurando fazer com que os recursos da Saúde cheguem a todos”, explicou. A secretária municipal de Saúde, Daniela Rezende, elogiou o empenho da equipe na realização da Conferência municipal de Saúde. “A todos que colaboram para que soluções e alternativas sejam apontadas e levadas às esferas superiores, a fim de que os obstáculos possam ser superados, o nosso agradecimento sincero”, disse a secretária.

Em sua participação, o Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Joseph Freire, destacou o evento como sendo um espaço democrático para que a população se manifeste, apontando os rumos das políticas públicas. “A Conferência Municipal de Saúde é uma conquista do povo e constitui um espaço democrático em que o município, por meio de seus representantes, tem a oportunidade de se fazer ouvir, orientar e decidir os rumos da saúde da população de Cataguases”, revelou.

O prefeito Willian também agradeceu a presença do público, lembrando as dificuldades enfrentadas atualmente pelos municípios, suas demandas e o planejamento visando tranquilizar a população. Ele pontuou ações realizadas na área mesmo com todos os desafios, chamando a atenção para a importância da participação da sociedade em todo o processo. “Estamos nos empenhando para suprir as pendências estruturais dos postos de saúde, olhando com atenção as questões que giram em torno das demandas do Pronto Socorro, serviço realizado pelo Hospital de Cataguases, mas mantido com repasses oriundos em sua maioria do município, mas também com recursos do governo do Estado e do governo federal, totalizando cerca de R$650 mil. Estamos lutando para conseguir aumentar esse valor. A comunidade merece esse esforço na busca por soluções de problemas que afligem a todos”. O prefeito ressaltou ainda a relevância do atendimento humanizado. “É muito melhor estar na posição de atender quem necessita, do que a de precisar de auxílio por uma doença”.

As palestras basearam-se a partir de três eixos da Conferência A primeira, com o tema “Saúde como direito”, foi apresentada pelo médico Joseph Freire. Na sequência, a coordenadora do Programa de Saúde da Família de Leopoldina, Maria Emília Teixeira de Moraes, falou sobre “A Consolidação do SUS”. O terceiro e último eixo, intitulado “Financiamento do SUS”, teve como conferencista Renan Guimarães de Oliveira, encerrando o ciclo de palestras que antecedeu à formação dos grupos de trabalho, debates, votação de propostas para formulação da política municipal de Saúde e a eleição dos Delegados, que irão representar Cataguases na etapa estadual.

Fonte: Portal da Prefeitura