Você está em:
IMPRIMIR

Em Poços de Caldas, campanha “Não dê Esmola” conta também com o apoio do empresariado local

23 de outubro de 2017

A nova campanha ‘Não dê Esmola’, desenvolvida pela Prefeitura de Poços de Caldas e foi intensificada desde o início do mês, está encontrando adesão em grande parte da comunidade poços-caldense. Além do apoio da Igreja Católica e dos diversos meios de comunicação, a campanha também conta com a parceria da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária (ACIA). “A ACIA está participando diretamente deste projeto, patrocinando as camisetas e distribuindo cartazes e folders nos estabelecimentos do centro da cidade. Apoiamos integralmente seu objetivo e estamos contando também com o empresariado local para nos ajudar na divulgação da campanha. Temos a certeza que assim teremos o resultado satisfatório”, informa Márcio Roberto de Oliveira, presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas.

A nova campanha conta com peças de marketing, como outdoor, cartazes, vídeo, áudios, folders e camisetas, material desenvolvido pela Secretaria Municipal de Comunicação, por meio da agência de publicidade 18 Comunicação. Foi lançada oficialmente no dia 30 de setembro, com uma panfletagem pelas ruas centrais de Poços de Caldas. Após isso, a Secretaria de Promoção Social realizou outras ações no centro, sempre divulgando a campanha ‘Não dê Esmola’. Folders e cartazes foram distribuídos no comércio da cidade e uma intensa campanha de marketing tomou as redes sociais e meios de comunicação.

“Mas esta é uma campanha que não tem dia para acabar. Será permanente, para sempre lembrar o cidadão que o melhor modo de ajudar quem está em situação de rua ou pedindo esmola, é encaminhá-lo para uma de nossas instituições parceiras”, destaca Luzia Martins, secretária de Promoção Social.

Ainda de acordo com o presidente da ACIA, “a iniciativa da Secretaria de Promoção Social é fundamental para que a população conheça os diferentes projetos que a Prefeitura tem para atender as pessoas em situação de rua e que desejam uma oportunidade para se reintegrarem à sociedade, e que, ao invés de dar esmolas as pessoas devem colaborar com estas entidades que atendem centenas de pessoas nestas condições. O material da campanha enfatiza aos moradores de Poços e aos turístas, o fato de que a esmola patrocina vícios com drogas e bebidas e incentiva esta prática, chamando a atenção dos dependentes de outras regiões do país devido à facilidade de se ganhar dinheiro nas ruas aqui”.

Estrutura

Poços possui toda a estrutura necessária para atender as pessoas em situação de rua. Para solicitar o serviço, basta ligar 156 ou 3697- 2645, que atendem 24 horas. Ao se deparar com uma pessoa pedindo dinheiro ou qualquer outra ajuda, o correto é acionar o serviço de Abordagem Social, uma equipe especializada e capacitada faz o contato com o pedinte ou pessoa em situação de rua. A eles, é ofertada a possibilidade de sair da situação em que se encontram. Se a oferta é aceita, a pessoa é encaminhada para o Centro POP ou para uma das instituições parceiras, que constituem a rede de atendimento da Promoção Social. Nas instituições, após reestruturação do serviço, são oferecidas 170 vagas.

Outro serviço existente é o Consultório na Rua, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, que conta com uma equipe composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e psicólogo. O atendimento é realizado através de busca ativa ou demanda espontânea da pessoa em situação de rua, por meio de veículo próprio do programa. As atividades acontecem in loco, de forma itinerante com ações compartilhadas e integradas com as Unidades Básicas de Saúde e, quando necessário, com as equipes dos Centros de Atenção Psicossocial e com os serviços de urgência e emergência.