Você está em:
IMPRIMIR

Câmara realizará sessão solene pelos 60 anos de tratado que deu origem à União Europeia

14 de junho de 2017

Iniciativa é do deputado federal Eduardo Barbosa, presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil – UE

Iniciativa é do deputado federal Eduardo Barbosa, presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil – UE

A Câmara dos Deputados realizará na próxima quarta-feira (21/6) sessão solene em homenagem aos 60 anos do Tratado de Roma, que deu origem à União Europeia, e marcará também os dez anos da Parceria Estratégica firmada pelo bloco com o Brasil. A iniciativa é do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG) (foto), presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil – UE.

O deputado lembra que a União Europeia nem sempre teve as dimensões atuais. Em 1951, ano em que se iniciou a cooperação econômica na Europa, apenas Bélgica, Alemanha, França, Itália, Luxemburgo e Países Baixos participavam do projeto. Com o passar do tempo, o número de países interessados em fazer parte da UE foi aumentando. Com a adesão da Croácia em 2013, a UE passou a ter 28 Estados-Membros. “São 24 idiomas oficiais e mais de 60 regionais, uma população de 500 milhões de habitantes, e um PIB de 12,4 trilhões de euros”, destacou Eduardo Barbosa.

“Além disso, a União Europeia é também o maior parceiro comercial do Brasil, com fluxos comerciais da ordem de 61,9 bilhões de euros, equivalentes a 21,3% da corrente de comércio brasileira em 2010, e o maior investidor estrangeiro no país, com investimentos acumulados da ordem de 131,9 bilhões de euros, correspondentes a 49,2% dos investimentos estrangeiros registrados no país”, explicou.

Em 2007, o Brasil tornou-se parceiro estratégico da UE e desde então as relações bilaterais têm se intensificado cada vez mais. Hoje, o Brasil é o principal sócio econômico da Europa na América Latina, ocupando a décima posição entre os parceiros de negócios do bloco e o nono lugar entre os maiores mercados de vendas.

“A Parceria Estratégica firmada há dez anos, contempla mais de 30 diálogos setoriais em áreas como paz e segurança, comércio, investimentos, regulação, serviços, energia, sociedade da informação, desenvolvimento sustentável, mudança do clima, educação e cultura. Há ainda uma agenda de temas sociais comuns que vem ganhando cada vez mais força nos diálogos entre o Brasil e a UE”, afirmou o tucano.

Cabe a Comissão Mista bilateral, criada em 1992, exercer o papel de coordenação da agenda bilateral. O Brasil e a UE também mantém discussões sobre governança da Internet, assunto no qual ambos têm identificado convergência de posições – defesa de modelo multissetorial, democrático e transparente de governança, e o entendimento de que as tecnologias da informação e da comunicação podem constituir poderosas ferramentas para o desenvolvimento.

Fórum Brasil-Europa

Em 2014, o Fórum Brasil – Europa foi realizado pela primeira vez na Câmara dos Deputados também por iniciativa do deputado Eduardo Barbosa, então presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN).

O evento tem o duplo objetivo de promover o diálogo entre o Brasil e a União Europeia e de fortalecer o relacionamento bilateral. Desde então, foram realizadas três edições do evento, sendo a quarta prevista para ocorrer em outubro.

Na avaliação do parlamentar, com a troca de ofertas realizada em Bruxelas, entre a UE e o Mercosul, o evento ganha ainda mais importância por envolver o meio político nas discussões da Parceria Estratégica bilateral e nos tratados de livre comércio. Por decisão dos presidentes Mauricio Macri e Michel Temer, Argentina e Brasil – que presidem o Mercosul em 2017 – lideram o processo de conclusão do acordo comercial para que o texto possa ser firmado ainda neste ano.